Auto nivelamento na Ender-3, vale a pena? Como fazer? Deixe um comentário

Muito se fala que um dos principais upgrades tidos como “primordiais” para a Ender-3 é, justamente, a instalação de um sensor de auto nivelamento. Mas será que é tão necessário assim? Vale mesmo a pena? É isso que iremos descobrir!

Auto Nivelamento na Ender-3, vale a pena? Como fazer?

Sensores de auto nivelamento tem a sua serventia em garantir que fique a uma altura estável e constante em relação a mesa da impressora 3D, de modo que a primeira camada, justamente a mais crítica, fique bem grudada e lisa, aumentando assim as chances de sucesso da impressão. Para entender melhor como funciona o auto nivelamento, seja na Ender ou qualquer outra printer, vamos conhecer os tipos de sensores mais comuns e como eles influenciam diretamente no nivelamento da impressora.

Sensor capacitivo

Auto Nivelamento na Ender-3, vale a pena? Como fazer?

O sensor capacitivo serve para detectar massas por meio de campos elétricos que ficam em sua face. Ele é basicamente um capacitor, que pode acabar sofrendo interferências de acordo com o campo elétrico presente, tanto na mesa, quanto na estrutura da máquina. Em alguns casos, onde existe corrente escapando ou não estável, pode levar a aferições não muito precisas.

Sensor indutivo

Auto Nivelamento na Ender-3, vale a pena? Como fazer?

O sensor indutivo atua como um sensor de proximidade ideal para aferir distâncias entre objetos metálicos. Ele gera um campo eletromagnético que atinge a superfície metálica rebatendo o sinal de volta, ou seja, acaba convertendo uma grandeza física em um sinal elétrico. Seu uso não é dos mais indicados com mesas a base de vidro e ou com chassis de materiais compósitos, pois a precisão é facilmente afetada.

Sensores por contato (sonda)

Auto Nivelamento na Ender-3, vale a pena? Como fazer?

Sem sombra de dúvidas um clássico das aferições! Uma sonda, uma pequena ponta metálica desce até a mesa, seja por meio de uma alavanca movida por um pequeno servo motor (este antigo sistema se chama BAL), seja por meio do destravamento de um pequeno interruptor como em um tradicional endstop. O intuito é o mesmo: garantir consistência na aferição feita entre 3 até 9 pontos na mesa!

Agora que já conhecemos os sensores mais comuns, vale a pena?

Auto Nivelamento na Ender-3, vale a pena? Como fazer?

Para máquinas como a Ender-3 a resposta é “não”. Tais sensores não conseguem corrigir problemas oriundos do desalinhamento que pode ocorrer no eixo X (onde fica o bico da impressora 3D), seja por uma simples folga na estrutura, seja por fadiga no material das polias passivas que compõem o sistema V-SLOT, responsável pelo movimento dos eixos da impressora 3D. Porém, isto não significa que você não possa instalar qualquer um destes como forma de aprendizado relativo ao seu funcionamento. A melhor maneira de manter sua Ender-3 sempre nivelada é mantendo a manutenção preventiva em dia, não forçar a mesa depois de alinhada e sempre fazendo uma inspeção visual na altura e rigidez do endstop presente no eixo Z.

Gostou de conhecer a melhor maneira de manter sua Ender-3 sempre alinhada? Então não deixe de continuar acompanhando essa jornada pelo universo da impressão 3D aqui no blog da FilipeFlop.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *