Capa do artigo Como agregar valor à sua impressão 3D.

Como agregar valor à sua impressão 3D? Deixe um comentário

Certa vez em um debate sobre fabricação aditiva ouvi a seguinte frase: “Impressão 3D é uma coisa cara de se fazer e barata de se vender”. Mas será mesmo? Hora de aprender a agregar valor à sua impressão 3D para conseguir pagar o filamento, ter lucro e se divertir bastante! Vamos lá?

Mas eu só sei IMPRIMIR! Como faz?

Saber modelagem 3D é primordial para criar projetos exclusivos que vão encher os olhos dos clientes e empresas e aqui mesmo no blog deixei uma série de artigos que vão te ajudar a começar com o pé direito! Mas digamos que você não tenha tempo disponível nesse momento, então, saiba que podemos fazer maravilhas com o simples fato de conhecer bem o seu equipamento e explorar as dicas abaixo ao máximo para extrair peças realmente únicas!

Utilize mais de uma cor para agregar valor à sua impressão 3D!

Isso mesmo, você pode trocar a cor da peça que estiver sendo impressa ! O grande segredo para obter um efeito incrível é misturar cores em camadas próximas para se obter a cor resultante da mistura em peças realmente finas ou ainda deixar para fazer a troca em áreas com tamanhos diferentes criando assim efeitos incríveis!

A troca de filamento se faz bastando para isso cortar a ponta do filamento que está sendo utilizado, depois cuidadosamente com a impressora funcionando, posicione a ponta do novo filamento igualmente cortada para não ter detritos na extrusora e segure firmemente até que a extrusora puxe o novo filamento para dentro!

Outra situação de troca é simplesmente criar linhas de cores fazendo a troca de filamento com intervalos regulares!

Imprima peças com partes separadas e crie padrões para elas!

Existem vários projetos que permitem criar padrões incríveis sem grande esforço, pois os mesmos já vem cortados em partes! A versão padrão desta Kombi você pode baixar aqui: https://www.thingiverse.com/thing:2642473

Só tem uma cor disponível?

Não tem problema! Você poderá agregar valor à sua impressão 3d utilizando cores especiais.

A foto conta muito sim, mas se você optar por cores diferentes tais como este lindíssimo azul cobalto por exemplo, o objetivo será amplamente alcançado já que o resultado é tão avassalador que fará qualquer um desejar ter uma peça assim em casa ou no escritório mesmo sendo ele home office!

E para peças mecânicas? O que fazer?

Mais até do que beleza primeiro se deve pensar na aplicação da peça, então a escolha correta do tipo de material é vital aqui!

  • ABS é um material apropriado para peças que precisam de uma certa elasticidade mecânica e ou resistir a temperaturas acima dos 80º C.
  • PLA convencional é um material extremamente duro e praticamente sem atrito, ideal para engates e roscas!
  • HT PLA tem as mesmas características do PLA tradicional, porém resiste a temperaturas de até 120º C enquanto que o tradicional vai apenas até 58.8º C em média. Por poder ir na autoclave, é bastante usado na fabricação de kits de face shields emergenciais.
  • PETG possui alguma elasticidade mecânica mesmo sendo extremamente liso, resiste a temperaturas de aproximadamente 75º C e pode ser higienizado com kits de esterilização químicos contendo água sanitária sem perder suas propriedades sendo muito visto em face shields impressos justamente por causa disso.
  • PP material extremamente denso que é ideal para estanques por não deixar vazar nada de primeira, não é exatamente barato mas é muito fácil de se imprimir.

Em peças mecânicas use sempre preenchimento acima dos 40% e paredes de pelo menos 0.8 mm, isso dará a peça a qualidade mínima para o que for preciso, nunca faça nada abaixo disso pois dependendo da aplicação alguém pode até se machucar!

Por fim, jamais se esqueça de explicar ao cliente todo o trabalho que se dá ao projetar e trazer esse projeto para a vida real saindo do computador para a printer e da printer para as mãos deles! E claro, cobre pela sua mão de obra e não apenas pela impressão!

Agora você está pronto para faturar mais e melhor com prototipagem e a execução de projetos exclusivos! Se você gostou destas dicas não deixe de acompanhar esta incrível jornada pelo universo da impressão 3D aqui no blog da Filipe Flop!

Faça seu comentário

Acesse sua conta e participe