Como armazenar seus filamentos para impressora 3D

Como armazenar seus filamentos para impressora 3D? Deixe um comentário

Você feliz recente proprietário de uma impressora 3D está certamente descobrindo agora o grande universo de possibilidades que essa tecnologia tem a oferecer, mas de nada adianta possuir todas as variantes e cores de materiais pois o armazenamento inadequado pode pôr tudo a perder e ainda danificar sua preciosa máquina! Veja como armazenar corretamente os seus filamentos de impressora 3D neste post. Vamos lá?

Como armazenar seus filamentos para impressora 3D?

A importância do armazenamento correto dos filamentos

O correto armazenamento dos filamentos da impressora 3D tem por objetivo principal não apenas preservar a qualidade do material em si e consequentemente das impressões a serem realizadas com ele, mas também tem a serventia de preservar a saúde dos componentes que são mais exigidos da sua Impressora 3D, são eles a extrusora e o hotend! O filamento contaminado por umidade e/ou outros detritos externos que se depositam ali com o tempo podem acabar provocando o entupimento do sistema devido a carbonização destes resíduos, obrigando manutenções não programadas e, em casos mais graves, até mesmo a troca de componentes como bicos, heatbreak, tubo de PTFE ou mesmo da carenagem da extrusora caso a mesma seja plástica!

Como armazenar seus filamentos para impressora 3D?

Aqui temos um exemplo de peça feita com filamento bem armazenado e outra com filamento altamente contaminado por umidade!

Evitando poeira nos filamentos 3D

A deposição de detritos nos filamentos expostos ao ambiente aberto é bastante rápida uma vez que a umidade acaba ficando nas camadas mais externas do material, principalmente se a pigmentação é feita a base de resinas naturais. A poeira simplesmente “gruda” e pode ser sugada para dentro do hotend, causando inúmeros problemas.

Para evitar tamanha dor de cabeça, após o uso do carretel, procure sempre guardá-lo em sacos plásticos vedáveis do tipo “zip lock” e, se possível, em sua embalagem original.

Como armazenar seus filamentos para impressora 3D?

Mas já estava exposto e ficou todo sujo! Tem jeito??!!

Claro!

Com uma esponja de lavar louça, faça uma pequena volta com uma braçadeira plástica antes da entrada da extrusora com o filamento no meio – isso fará com que a maioria dos detritos não atinja a extrusora mantendo o material apto para uso em casos moderados.

Como armazenar seus filamentos para impressora 3D?

Organização é a chave!

Se possível, destine um armário só para seus filamentos com sílica gel para evitar que a umidade provoque estragos!

Como armazenar seus filamentos para impressora 3D?

Impedindo que seu filamento 3D fique úmido

Já sabemos o que a umidade pode fazer com o seu material, então nada melhor do que aprender a evitar que este mal cause prejuízos certo?

A melhor maneira de se evitar umidade em carretéis é utilizar sacos plásticos com possibilidade de fechamento a vácuo e com sílica gel para absorção da umidade residual.

Como armazenar seus filamentos para impressora 3D?

Se não for possível embalar do jeito certo, guarde sempre seus filamentos nas embalagens originais e nunca ao relento. Caso não mais as possua, providencie um espaço limpo e abrigado da luz e do calor excessivo.

Mas então nem posso deixar na printer?

Pode! Desde que por pouco tempo e observando as seguintes recomendações:

  • PLA e derivados: não mais do que 5 dias se não for produzir;
  • ABS: não mais do que 4 dias se não for produzir;
  • PETG: não mais do que 4 dias se não for produzir;
  • Flexíveis: não mais do que 2 dias se não for produzir;
  • HIPS e EVA: jamais deixe fora se não estiverem em uso!

Gostou de aprender a armazenar seu material em segurança? Então não deixem de continuar acompanhando essa incrível jornada pelo universo da impressão 3D aqui no blog da FilipeFlop!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *