Conheça a Franzininho e monte seu próprio Arduino 17

O projeto Franzininho teve início em março de 2017 e foi desenvolvido inicialmente como uma proposta de atividade para o Arduino Day 2017 em São Paulo. Thalis Antunes e Fábio Souza, conceberam o projeto a partir do desafio de realizar atividades simultâneas nos 12 FABLABs livres em São Paulo. A proposta era simples, os participantes do Arduino Day iriam montar suas próprias placas Arduino durante atividades no Arduino Day. Fábio Souza, fez o layout da placa e a batizou de Franzininho, dando sequência ao projeto Franzino, outra placa feita para o Arduino Day de 2016.

O projeto foi baseado nas placas Arduino Gemma e na Digispark e assim como elas foi publicado com uma licença aberta, permitindo que todos tenham acesso e possam estudar, modificar, construir, distribuir e até vender. A figura a seguir exibe umas das primeiras placas, construída no FAB LAB:

Protótipo Franzininho
Figura 1 – Protótipo da V0 da Franzininho fabricado em FAB LAB

No dia primeiro de Abril de 2017 foram montadas 300 placas Franzininho durante o Arduino Day São Paulo, que teve apoio da Prefeitura de São Paulo, ITS, Embarcados, Fazedores e MinasUP.

Oficinas Franzininho
Figura 2 – Oficinas realizadas durante o Arduino Day São Paulo

Bom, esse foi um pequeno resumo de como o projeto nasceu e de lá pra cá muita coisa bacana aconteceu!

A Franzininho DIY

Após o Arduino Day, o projeto foi mantido ativo pelo Fábio Souza, onde foram feitas algumas melhorias no hardware e iniciada uma comunidade ativa, que permitiu a fabricação de um lote com acabamento industrial. Esse lote foi financiado por diversos apoiadores da comunidade, possibilitando que o projeto chegasse a diversas pessoas no Brasil. As placas foram usadas para oficinas em hackerspaces, oficinas de solda, eventos. Com isso a comunidade só ganhou força.

Com isso surgiram diversas contribuições da comunidade para o projetos, como: materiais para oficinas, layout, projetos e principalmente na documentação.

Primeiro Lote Franzininho
Figura 3 – Primeiro lote de placas com acabamento industrial
Franzininho V2
Figura 4 – Versão atual da Franzininho DIY

Com o uso da placa e os feedbacks recebidos foi desenvolvida uma nova versão. Foram incluídos um conector USB e um regulador de tensão para alimentação externa, tornando mais fácil fabricar e usar a Franzininho. A figura a seguir exibe a versão 2 da placa:

Um dos objetivos da Franzininho é promover a jornada de aprendizagem do maker de eletrônica. Assim, é recomendada a venda de kits no estilo “faça você mesmo”. Essa versão é chamada de Franzininho DIY e agora está disponível na loja da FilipeFlop! 😉

Kit Franzininho DIY Filipeflop

Figura 5 – Kit Franzininho DIY na FILIPEFLOP

Montagem da Franzininho DIY

Para a montagem do kit, você pode seguir o passo a passo de montagem disponível na documentação: Montagem Franzininho DIY – V2

Ao final você terá sua placa pronta para ser programada na IDE do Arduino:

Franzininho Montada Filipeflop

Figura 6 – Placa montada

Pinagem

Para usar a Franzininho é importante, além do esquemático da placa, também ter em mão o pinout da placa. Para isso a Diana Santos, contribuiu com pinout da placa:

Pinout Franzininho
Figura 7 – Pinout da Franzininho DIY

Programação

A programação é feita diretamente na IDE do Arduino. Com o bootloader da Arduino da Arduino Gemma, você deve selecionar a seguinte opções na IDE:

Seleção da placa na IDE Arduino
Figura 7 – Seleção da placa
Seleção do programador
Figura 8 – Seleção do programador

Para fazer o upload para a placa é necessário apertar o botão de reset antes de pressionar o botão upload na IDE.

Você encontra o passa o passo para configuração, programação e diversos exemplos na documentação do projeto.

Comunidade Franzininho

O projeto é mantido pela comunidade, onde Fábio Souza e Diana Santos estão a frente das iniciativas. A comunidade conta com diversos apoiadores e todos os materiais desenvolvidos são publicados com licenças open source e publicamente, o que permite que todos tenham acesso e possam usar como quiserem.

Você pode participar da comunidade no Facebook.

Licença de Hardware

O Hardware da Franzininho foi publicada com a licença CC-SA-4.0, sendo um projeto open hardware que permite que qualquer pessoa possa:

  • Estudar;
  • Modificar;
  • Construir,
  • Distribuir;
  • ou vender.

Documentação

Todos os arquivos de projetos e documentações são mantidos no github da Franzininho. Também há um Gitbook com toda a documentação para montagem e uso da placa. A seguir você encontra todos os links importantes para isso:

Sobre o Projeto Franzininho
Configuração Arduino IDE
Upload do Sketch
Exemplos

Licença do post

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Gostou? Deixe seu comentário logo abaixo. Em caso de dúvidas, caso queira trocar uma ideia, ou até mesmo dividir seu projeto, acesse nosso Fórum!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 Comentários

  1. Sou professor de uma escola técnica estadual em Porto Alegre.
    Achei bem legal sua contribuição.
    Parabens!

  2. Bom dia,já vem feito o bootloader da controladora?

  3. Boa tarde, para programar ele é necessário algum conversor ftdi ou é so ligar na usb?

    1. Olá!

      Só ligar na USB.

      Abraços!

      André – Equipe FilipeFlop

    2. Não é necessário. Com a Attiny85 programado com bootloader é possivel programar diretamente na IDE do Arduino. Aqui você encontra a documentação com o processo de gravação: https://franzininho.gitbook.io/franzininho-docs/franzininho-diy/upload-do-sketch

  4. Quantas entradas e saídas ele tem? eu gostaria de usar ele em carrinhos aqui no projeto social na minha comunidade…

    1. Olá Jair!

      Ele possui 6 portas, 2 saídas PWM e 4 entradas analógicas.

      Abraços!

      André – Equipe FilipeFlop

    2. Você pode usar até 5 saídas. Dá para fazer uma aplicação de carrinho controlador por bluetooth com ela. Algo assim: https://www.embarcados.com.br/tickattack-e-franzininho-robo-sob-rodas/

  5. Olá eu tenho um resistor de 68k sendo que o do projeto é de 68 ohms eu posso usar ele ou teria alguma mudança no circuito?

    1. Olá Renatto,

      É recomendável usar o resistor de 60ohms.

      Abraço!
      Rosana – Equipe FilipeFlop

      1. obrigado Rosana!

    2. Renato,

      68 k será uma resistencia muito grande para o circuito onde está esse resistor. Caso você tenha valores menores em mãos, voce pode usar algo entre 47 e 75 ohm. Porém, é sempre recomendado usar o valor indicado na BOM/esquemático. Abraços

      1. Obrigado pela dica eu já comprei os resistores de 68 ohms

  6. Sou Marcelo Santos, Designer gráfico, com pós em animação e modelagem 3D, Atualmente realizando graduação em engenharia mecânica. Adorei seu projeto, não o conhecia mais a fundo, agora que li a matéria acredito que será uma ótima compra para programar e aplicar aos estudos. Li também que:
    “O Hardware da Franzininho foi publicada com a licença CC-SA-4.0, sendo um projeto open hardware que permite que qualquer pessoa possa:

    Estudar;
    Modificar;
    Construir,
    Distribuir;
    ou vender.”

    Sendo assim, gostaria de contribuir com seu projeto, mas não entendo se será viável em muitos sentidos. Para um maior apelo do produto pensei em dar a ideia dele ser um pendrive também, mas as implicações são desconhecidas para mim tanto em hardware e software. Além do custo. Já que deve ter sido muito difícil chegar até qui com um produto complexo como esse. Pois para iniciantes que estão programando pelas primeira vez, é muito chato criar programas e depois esquecê-los em algum lugar, ou ter dois espaços ocupados na usb. Sendo um deles um pen drive com os tutoriais para aprender. Sua utilidade e relevância seriam ampliados. Boa Sorte e tudo de bom, ótima matéria.

    1. Olá Marcelo, tudo bem?

      Sou o desenvolvedor e lider do projeto.

      A placa Franzininho DIY foi publicada com uma licença que a deixa como um projeto open hardware. Em relação ao design, fizemos um hardware simples com componentes PTHs que permitem a soldagem manual, já que um dos objetivos do projeto é o incentivo na área de eletronica.

      A placa não funciona como um pendrive, ela é um Arduino que programada se pode fazer aplicações diversas. Temos diversos exemplos de aplicações com ela em nossa documentação: https://franzininho.gitbook.io/franzininho-docs/

      Fizemos uma nova versão com componentes SMD para aplicações.

      Deixo o convite para que você participe da comunidade Franzininho no facebook. Sua contribuição será muito imporntante para o projeto.

      Muito obrigado.