Conheça a Lilypad USB Deixe um comentário

Olá pessoal! Neste artigo vamos conhecer um pouco mais sobre a Lilypad USB, uma versão Arduino para o desenvolvimento de circuitos vestíveis, além de um experimento inicial para piscar um LED wearable. Ao final, terá um link de repositório de projetos que você pode fazer com ela. Vamos lá?

Introdução

Lilypad Arduino é mais que uma placa, mas uma série de placas baseadas em Arduino com formato diferenciado para criação de circuitos vestíveis. Possui um design diferente da maioria das placas Arduino conhecidas, como a Uno e Nano, por exemplo.

Este modelo, como visto na figura acima, não possui encaixes para cabos jumpers. No lugar destes, temos pads, onde a conexão dos circuitos se dá através de experimentação com garras jacaré ou costura com linha condutiva:

A placa mais conhecida é a Lilypad Arduino Main Board, chamada simplesmente de Lilypad. No entanto, ela não é a única placa da série, lançada pela Sparkfun em parceria com a criadora da Lilypad Arduino, a Dra. Leah Buechley.

A Lilypad Arduino Main Board, apesar de muito utilizada, possui algumas limitações, principalmente para iniciantes. Diferente de um Arduino Uno que possui entrada USB para gravação dos sketchs (ou programas), a Main Board necessita de um gravador externo, sendo este um conversor USB/TTL como FTDI, CH340G dentre outros.

Placa Lilypad sem o conector USB

Outra dificuldade é o acréscimo de periféricos, como uma chave liga/desliga e/ou conector para bateria.

A fim de facilitar o uso da Lilypad, foi desenvolvida a versão USB, como vista na figura a seguir:

Pinagem Lilypad USB

Suas características:

  1. Quatro pads de entrada analógica (A2, A3, A4 e A5)
  2. Entrada micro USB, para gravação dos sketches e comunicação serial
  3. LEDs TX e RX, que piscam durante o uso da Serial
  4. LED ON, acende quando placa está energizada
  5. Microcontrolador ATMega32u4, o mesmo usado no Arduino Leonardo
  6. LED 13, usado para testes 
  7. Switch (chave deslizante) liga/desliga
  8. Botão reset, para reiniciar a placa
  9. Entrada para conector JST para baterias de LiPo
  10. Pads de alimentação (+) e (-)
  11. Cinco pads de entrada/saída digitais (2, 3, 9, 10 e 11), sendo 4 destes também usados para PWM (exceto pino 2).

A Lilypad Arduino USB integra diversas soluções em uma única placa. Dispensa acessórios extras, como conversores USB/TTL, switch liga/desliga e adaptadores para bateria. Além da entrada JST para baterias de LiPo, a Lilypad USB exerce a função de carregador destas baterias quando conectada a uma porta USB.

Sua única desvantagem em relação à Main Board é que possui menos pads, devido ao uso da USB pela placa. Mesmo assim é possível fazer diversos projetos com seus nove pads de entrada/saída: servindo como uso de LEDs, botões, sensores e outros módulos.

Como utilizar a Lilypad USB

Para realizar este experimento inicial, você vai precisar de:

Para utilizar esta versão da Lilypad, é importante lembrar que a IDE Arduino deve estar instalada em seu computador (Windows, Mac OS, Linux). 

A instalação da IDE Arduino já contempla a instalação de diversos drivers para placas, inclusive da Lilypad USB. Não são necessários drivers adicionais.

Abra um sketch de exemplo, localizado em Arquivo => Exemplos => 01.Basics => Blink.

Será aberta uma nova janela. Realize a alteração no código, trocando todas as ocorrências LED_BUILTIN para 3. Será usado o pad 3 da Lilypad USB para fazermos um LED wearable piscar.

Conecte a placa ao computador através do cabo USB. Aguarde o reconhecimento dos drivers pelo seu sistema operacional.

Faça a alteração do tipo de placa a ser gravada. Para isso, acesse o menu Ferramentas => Placa => Arduino AVR Boards => Lilypad Arduino USB (IDE Arduino 1.8.13 e posteriores). Caso esteja usando uma versão anterior da IDE (até 1.8.12), acesse Ferramentas => Placa => Lilypad Arduino USB.

Placa Lilypad USB na IDE

Também faça a seleção da porta, em Ferramentas => Porta => COMx (sendo x um número a partir do 3). No meu exemplo, COM15. Caso esteja usando Mac OS, será mostrado cu.usbmodemXXXX (sendo XXXX uma sequência de letras e números). Se estiver usando uma distro Linux, será mostrado ACMx ou USBx (sendo x um número a partir de 0).

Realize a compilação do código, ou seja, verifique se há erros de sintaxe. Para isso, clique no botão Verificar (✓). Caso esteja tudo correto, será exibida a mensagem Compilação Terminada. Para carregar para a placa, certifique-se que no rodapé da IDE Arduino esteja Lilypad Arduino USB em COM15 (ou outra porta conforme seu sistema operacional). Clique no botão Carregar (→) e aguarde a mensagem Carregado aparecer na área de status.

Após o carregamento, utilize duas garras jacarés para a montagem experimental:

Conexões com a placa Lilypad USB

Conecte as garras entre o LED wearable e a Lilypad:

  • (-) da Lilypad com (-) do LED
  • (3) da Lilypad com (+) do LED

Se tudo estiver correto, você verá o LED piscando de um em um segundo:

Em projetos futuros, você pode realizar a costura dos itens, usando linha condutiva no lugar das garras jacaré-jacaré, integrando em uma roupa ou acessório a seu gosto.

Existe um repositório de projetos disponível no site Arduino.cc com projetos feitos por usuários de todo mundo com Lilypad USB

Gostou de conhecer a Lilypad USB? É uma versão Arduino muito versátil e de fácil utilização para se confeccionar circuitos vestíveis. Deixe seu comentário logo abaixo se gostou do artigo.

Faça seu comentário

Acesse sua conta e participe