Gravação na Lilytiny usando porta USB Deixe um comentário

Olá pessoal! Neste artigo vamos aprender a realizar a gravação de sketches na placa Lilytiny usando a porta USB. Vamos lá?

A Lilytiny é uma plataforma baseada no ATtiny85, o mesmo microcontrolador utilizado nas placas Adafruit Gemma, Digispark e Franzininho. 

Lilytiny usando porta USB

Este modelo, como visto na Figura acima, é a versão CJMCU, uma versão popular chinesa. Baseada na consagrada Lilypad Arduino, possui 6 pads de entrada/saída, sendo D2 (A1), D3 (A3), D4 (A2) e D5 (A0) também entradas analógicas e D0/D1 também sendo usados como saída PWM. 

Lilytiny usando porta USB

Além dos pads de entrada/saída, também há três pads para alimentação, sendo VIN para entrada positiva acima de 5V, GND para ground (negativo) e 5V.

Seus pads permitem tanto a costura usando linha condutiva quanto conexões por garras jacaré-jacaré ou até mesmo solda.

Apesar da entrada USB, a desvantagem da Lilytiny sobre outras versões Arduino é que não gera comunicação serial, ou seja, não é possível visualizar valores ou mensagens no Monitor Serial da IDE Arduino. A gravação é feita por uma porta virtual USB, pelos pinos D3 e D4 da placa.

No artigo “Como gravar sketchs na Lilytiny usando Arduino” foi ensinado como realizar a gravação de sketches na Lilytiny usando um Arduino Uno. No artigo de hoje faremos uso da V-USB, a porta virtual para gravação.

Materiais necessários:

    Para realizar este experimento inicial, você vai precisar de:

Como carregar sketches usando a V-USB

Os sistemas operacionais Mac OS e Linux não requerem instalações de drivers adicionais, porém você deve fazê-lo caso seja usuário Windows. Para isso, baixe a pasta com os drivers necessários.

Ao término do download, descompacte a pasta e abra o arquivo Install Drivers. Será aberta uma janela de instalação, como mostrada a seguir.

Driver USB da placa Lilytiny

Clique no botão Avançar e aguarde até aparecer a mensagem de conclusão. Clique em Concluir na janela seguinte.

Para utilizar esta versão da Lilytiny, é importante lembrar que a IDE Arduino deve estar instalada em seu computador (Windows, Mac OS, Linux). 

Esta placa requer a instalação de um conjunto extra na IDE Arduino. Para isto, selecione o menu Arquivo => Preferências. Caso seja usuário Mac OS, clique no menu Arduino => Preferências. Será aberta uma nova janela, como visto na figura abaixo:

Existe um campo chamado URLs Adicionais para Gerenciadores de Placas e um espaço em branco ao lado (caso não tenha instalado nenhuma outra URL). Copie e cole esta URL neste retângulo:

http://digistump.com/package_digistump_index.json

Depois deste procedimento, clique em OK para fechar a janela de preferências.

Acesse o menu Ferramentas => Gerenciadores de placas. Será aberta uma nova janela, como mostrada abaixo:

Role a barra lateral até encontrar a opção Digistump AVR Boards. Ao encontrar, clique no botão Instalar e aguarde até que apareça a mensagem INSTALLED ao lado do conjunto de placas. Clique em Fechar após a instalação.

Abra um sketch de exemplo, localizado em Arquivo => Exemplos => 01.Basics => Blink.

Será aberta uma nova janela. Realize a alteração no código, trocando todas as ocorrências LED_BUILTIN para 1. Será usado o pad 1 da Lilypad USB, pois há um LED na placa correspondente ao 1 para testes, como o que faremos agora.

Faça a alteração do tipo de placa a ser gravada. Para isso, acesse o menu Ferramentas => Placa => Digistump AVR Boards => Digispark (Default – 16.5 MHz) (para IDE Arduino 1.8.13 e posteriores). Caso esteja usando uma versão anterior da IDE (até 1.8.12), acesse Ferramentas => Placa => Digispark (Default – 16.5 MHz.

Não é necessário escolher porta serial neste caso, pois a gravação é realizada via V-USB.

Realize a compilação do código, ou seja, verifique se há erros de sintaxe. Para isso, clique no botão Verificar (✓). Caso esteja tudo correto, será exibida a mensagem Compilação Terminada. Para carregar para a placa, certifique-se que no rodapé da IDE Arduino esteja Digispark (Default – 16.5 mhz). Clique no botão Carregar (→) e aguarde a mensagem Carregando aparecer na área de status.

A placa precisa estar em modo de gravação, chamado Bootloader. Conecte a placa ao computador através do cabo USB assim que aparecer a mensagem, antes de 60 s. Aguarde o reconhecimento dos drivers pelo seu sistema operacional e o carregamento do código. Se tudo estiver OK, será mostrada a mensagem Carregado e demais mensagens como mostrado abaixo:

  Após o carregamento, você verá o LED D5 piscando na placa.

Lilytiny usando porta USB

Em projetos futuros, você pode realizar a experimentação com garras jacaré-jacaré e costura dos itens, usando linha condutiva no lugar das garras, realizando projetos diversos em circuitos vestíveis.

Gostou de aprender a como executar a Gravação na Lilytiny usando porta USB? É uma versão Arduino de tamanho bastante reduzido e com diversas possibilidades de projetos. Deixe seu comentário logo abaixo se gostou do artigo. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *