O que é SolidWorks e para que serve? Deixe um comentário

Solidworks é um software de CAD (Desenho assistido por computador) voltado para a modelagem 3D para engenharia de produtos em geral, tais como peças e montagens complexas. Este programa traz consigo funcionalidades úteis para os diversos propósitos de engenharia e produção, dentre os quais se destacam as ferramentas otimizadas para desenhos técnicos e simulações, além de um ótimo suporte para gerenciamento e análise de dados. Vale ressaltar que o software permite acesso apenas mediante licença, com preços que variam de acordo com o pacote selecionado (pacote voltado para análises, elétrico, plástico, escoamento ,etc.). Também existem pacotes para fins acadêmicos com preços mais acessíveis, porém com horizontes mais limitados e sem tantas extensões.

No campo dos desenhos e projeções, o programa SolidWorks oferece incontáveis opções para desenhar em um espaço tridimensional com uma gama de liberdades em relação à visualização do modelo, além de permitir o controle das dimensões e relações entre cada curva.

Captura de tela SolidWorks - Utilização das ferramentas de visualização do software
Utilização das ferramentas de visualização do software
Modelo bidimensional no solidworks
Utilização das ferramentas de esboço / desenho para criar modelo bidimensional.
Modelo tridimensional no solidworks
Utilização das ferramentas de esboço / desenho para criar modelo tridimensional.

Ademais, no que tange ao setor de simulações SolidWorks, existem numerosos instrumentos fornecidos para análises e testes. Mais do que permitir uma melhor visualização, as simulações permitem uma redução de custos significativa, já que muitos testes podem ser feitos pelo próprio programa com grande aproximação do que seria obtido fora do contexto virtual, possíveis apenas com a produção palpável do produto. Nesse ponto, encontra-se uma grande vantagem do SolidWorks. A qualidade dos resultados pode ser atribuída à grande aplicabilidade em relação aos diversos materiais disponíveis no banco de dados do software.

Entre os tipos de simulações disponíveis, destacam-se as simulações estática, paramétrica, topológica, de fluxo, eletromagnéticas, de injeção de plástico e a de movimento, assim como retratado nas imagens que seguem.

Diferentes tipos de simulação permitidas pelo software SolidWorks em relação a aplicação de forças.
Diferentes tipos de simulação permitidas pelo software SolidWorks em relação a aplicação de forças.
Um dos resultados da simulação de fluxo com um protótipo de carenagem.
Um dos resultados da simulação de fluxo com um protótipo de carenagem.
Um dos resultados da análise da simulação estática com peças do sistema de pedal
Um dos resultados da análise da simulação estática com peças do sistema de pedal
Um dos resultados da análise da simulação de injeção plástica
Um dos resultados da análise da simulação de injeção plástica

Utilizar este software de modelagem não traz benefícios associados apenas às suas funções e ferramentas, mas também ao seu papel na área tecnológica e mercado de trabalho. O programa de modelagem SolidWorks são um dos mais utilizados e aceitos pelos demais usuários e profissionais da área, algo que facilita bastante a obtenção de conteúdos explicativos sobre resoluções de problemas, tutoriais de modelagem, arquivos gratuitos com modelos compartilhado pela comunidade e diversas discussões em comunidades voltadas para o compartilhamento de informações a respeito do programa.

Dentro da equipe Ecocar – Unicamp, o SolidWorks tem sido usado a um bom tempo de forma bastante útil e cada vez mais eficiente. Sua flexibilidade relacionada à possibilidade de modelagem focada em parâmetros permite maior adequação de suas funcionalidades aos projetos desenvolvidos. Sua utilização nos permite modelar todo o conjunto de peças que compõem o sistema do carro, além de aprimorar sua aplicação, já que podemos simular maneiras de reduzir a massa de cada componente sem que sua resistência e seu fator de segurança sejam prejudicados.

Para além do peso (talvez o fator maior importante para um bom desempenho do carro), também aplicamos: simulações aerodinâmicas que visam diminuir a força de arrasto gerada pelo ar, simulações estáticas para análise estrutural das peças e de suas capacidades quanto a aplicação de forças, simulações de movimento para análise da dinâmica de funcionamento de veículo, entre diversas outras. Desse modo, percebe-se bem o quão útil e importante tal software tem sido para a evolução da equipe e pode ser útil no ramo de projetos de engenharia e produtos.


Esse post é resultado da parceria da FilipeFlop com a equipe Ecocar UNICAMP. Curtiu o conteúdo? Então deixe seu comentário abaixo!

E não esqueça de acompanhar a Ecocar nas redes sociais.

Faça seu comentário

Acesse sua conta e participe