OctoPrint: Controle sua impressora 3D remotamente com uma Raspberry Pi 5

A OctoPrint é uma interface web para controlar e monitorar uma impressora 3D através de uma Raspberry Pi conectada a rede. Utilizando a OctoPrint podemos enviar arquivos para a impressão remotamente, monitorar o andamento de nossa impressão em tempo real e, caso necessário, também interrompê-la. Desenvolvido por Gina Häußge, a OctoPrint é uma plataforma open source e de distribuição gratuita. Neste artigo iremos aprender a instalar e configurar a OctoPrint em uma Raspberry Pi 3, além de conhecer as suas funcionalidades básicas.

Material necessário

Neste artigo iremos utilizar os seguintes materiais:

Além dos itens citados acima iremos utilizar os seguintes softwares:

Instalando o software OctoPrint na Raspberry Pi

Baixe a imagem do sistema no site oficial da OctoPrint.

Grave a imagem do sistema em um cartão SD. No meu caso utilizei o balenaEtcher para realizar a gravação.

Imagem 1 - balenaEtcher

Abra a pasta /boot que está no cartão SD e altere o arquivo octopi-wpa-supplicant.txt com o programa Notepad++.

Imagem 2 - Edição do arquivo OctoPi

É neste arquivo que precisamos configurar as credenciais da rede Wi-Fi. Para isto, basta descomentar da linha 27 a linha 30 e inserir o nome da sua rede Wi-Fi na linha 28 e a senha da rede Wi-Fi na linha 29.

Imagem 3 - Edição do arquivo OctoPi

Imagem 4 - Edição do arquivo OctoPi

Insira o cartão SD na Raspberry Pi. Conecte a câmera na Raspberry Pi.

Imagem 5 - OctoPrint na Raspberry Pi

Por fim, alimente a Raspberry Pi.

Acessando a Raspberry Pi remotamente

Acesse sua Raspberry Pi via SSH através do Putty. O Putty é um software de emulação de terminal grátis, que realiza acessos remotos a servidores via Shell (para mais informações, acesse o post Raspberry Pi Zero W: configuração rápida para rede e SSH). Abra o Putty e no campo Host Name insira octopi.local.

Imagem 6 - Acesso via SSH

Caso não funcione, é preciso descobrir qual IP o roteador entregou para a Raspberry Pi. Existem diversas formas de fazer isso, mas a que eu acho mais simples é utilizando o aplicativo Fing, disponível gratuitamente para Android e IOS.

Imagem 7 - IP da Raspberry

Feita a conexão via SSH, será necessário fazer login. O usuário padrão é pi e a senha é raspberry.

Imagem 8 - Login na Raspberry Pi

Passo 6: Para facilitar o acesso a Raspberry Pi, configure um IP fixo alterando o arquivo /etc/dhcpcd.conf. Digite o seguinte comando:

nano /etc/dhcpcd.conf

Teremos a seguinte tela:

Imagem 9 - Configuração do IP fixo

Faça as seguintes alterações:

  1. Apague as cerquilhas descomentando o bloco Exemple static IP configuration.
  2. Altere a  interface de eth0 para wlan0 (esta alteração é necessária apenas se você está utilizando o Wi-Fi).
  3. Na linha static ip_address, faça a modificação colocando o seu número de IP.
  4. Na linha static ip6_address será nosso ipv6.
  5. Na linha static router será o ip do nosso roteador
  6. Na linha static domain_name_servers será o ip do nosso domínio.

Veja abaixo como ficaram as alterações:

Imagem 10 - Configuração do IP fixo

Após realizar todas as alterações, salve e saia do nano.

Configurando a câmera na Raspberry Pi

Agora é necessário ativar a câmera serial da Raspberry Pi. Digite no terminal:

sudo raspi-config

A seguinte tela irá se abrir:

Imagem 11 - Configuração para câmera na Raspberry Pi

Vá até a opção “5 Interfacing Options” e pressione enter. A seguinte tela irá se abrir:

Imagem 12 - Configuração para câmera na Raspberry Pi

Selecione a opção “P1 Camera” pressionando enter. Saia e volte para o terminal.

Para aplicar as configurações, a Raspberry Pi deve ser reiniciada. Para isso, digite o seguinte comando:

sudo shutdown -r now

Após alguns segundos, já podemos acessar o IP da Raspberry Pi através de nosso navegador.

Configurando o software OctoPrint

Em nosso primeiro acesso, será necessário realizar algumas configurações. A página inicial será essa abaixo:

Imagem 13 - Configuração iniciais no OctoPrint

Em “Acess Control”, insira um usuário e uma senha para acesso e clique em “Keep Acess Control Enabled”.

Imagem 14 - Configuração iniciais no OctoPrint

Aqui podemos marcar a opção “Enable Aanonymous Usage Tracking” para que o OctoPrint envie informações anônimas sobre o uso do software para correção de possíveis bugs.

Imagem 15 - Configuração iniciais no OctoPrint

Aqui, o OctoPrint nos pergunta se queremos configurar um teste de conectividade com a internet. No meu caso eu não configurei, clicando na opção “Disable Conectivity Check”.

Imagem 16 - Configuração iniciais no OctoPrint

Nesta etapa configuramos a ativação do bloqueio para plugins de terceiros que possam afetar o nosso sistema. Eu ativei a opção, clicando em “Enable Plugin Blacklist Processing”.

Imagem 17 - Configuração iniciais no OctoPrint

Para quem utiliza o fatiador Cura, o OctoPrint oferece a opção de importar o perfil e poder realizar o fatiamento das peças no próprio OctoPrint. A vantagem é que podemos fazer o upload do arquivo .stl e o OctoPrint irá também gerar o gcode. Como não utilizo o Cura, apenas pulei essa opção clicando em Next.

Imagem 18 - Configuração iniciais no OctoPrint

Aqui é onde devemos indicar as configurações da nossa impressora. No meu caso, eu apenas chequei a área de impressão e o diâmetro do bico da impressora:

Imagem 19 - Configuração iniciais no OctoPrint

Imagem 20 - Configuração iniciais no OctoPrint

Conclua as configurações clicando em “Finish”.

Imagem 21 - Configuração iniciais no OctoPrint

Utilizando o OctoPrint

Agora que terminamos as configurações iniciais, podemos atualizar a página em nosso navegador. A primeira página que irá se abrir é a tela de login:

Imagem 22 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Após realizarmos o login, seremos apresentados à home page do OctoPrint:

Imagem 23 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Agora, devemos conectar a Raspberry Pi com a impressora 3D através de um cabo USB. Após a conexão, podemos clicar no botão “Connect”. A OctoPrint fará a conexão automaticamente com a nossa impressora.

Tela após a conexão realizada:

Imagem 24 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Já estamos com a nossa impressora conectada ao OctopPrint, podemos começar a utilizá-la para controlar e monitorar a nossa impressora.

Agora vamos aprender o funcionamento básico de cada ferramenta dentro da interface do OctoPrint.

No campo “State”, podemos acompanhar o andamento da impressão, o nome do arquivo que está sendo impresso, o tempo que configuramos o timelapse, o tempo de impressão e quanto tempo falta para o fim. Também podemos cancelar e pausar a impressão.

No campo “Files”, podemos visualizar todos os arquivos que estão no cartão SD, podemos fazer download e upload de arquivos, criar uma pasta e mandar para a impressão um arquivo.

Na aba “Temperature”, podemos acompanhar a temperatura do hotend e da mesa através do gráfico e dos campos abaixo do gráfico.

Imagem 25 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Na segunda aba “Control”, podemos acompanhar em tempo real o que a câmera está gravando, controlar os eixos X,Y e Z da impressora,  extrusar material, fazer o retract, ou ainda ligar e desligar os motores ou o fan que resfria a peça.

Imagem 26 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Na terceira aba, “GCode Viewer”, podemos ver a simulação dos movimentos em X, Y e Z que a impressora irá realizar no momento em que estiver imprimindo a peça. Também podemos acompanhar a impressão em tempo real.

Imagem 27 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Na quarta aba, “Terminal”, podemos acompanhar em tempo real todos os comandos que estão sendo executados pelos motores da impressora e enviar um comando em tempo real:

Imagem 28 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Na quinta aba, “Timelapse”, podemos configurar a câmera conectada à Raspberry para que tire fotos e ao final da impressão monte um timelapse:

Imagem 29 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Demonstração do timelapse feito com o OctoPrint:

Conclusão

Podemos notar que o OctoPrint é uma ferramenta poderosa para nos auxiliar no gerenciamento de impressora 3D. Quem costuma fazer impressões sabe como é frustrante sair de casa, deixar as impressões em andamento e, ao voltar, perceber que deu tudo errado. Com o monitoramento através de uma interface web com a Raspberry Pi, podemos ter muito mais garantia do sucesso e da qualidade das nossas impressões, e o melhor de tudo, de forma remota! Além do mais, por ser uma ferramenta open source, a cada dia surgem novos plugins que podemos instalar e aumentar ainda mais a quantidade de funcionalidades do OctoPrint.

Então, o que achou do post OctoPrint: Controle sua impressora 3D remotamente com uma Raspberry Pi? Conta pra gente aqui nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 Comentários

  1. Excelente artigo, Viktor.
    Parabéns

  2. Excelente artigo. Bem detalhado e intuitivo!
    Parabéns!

  3. Quantas impressoras podem ser instalada em um só Raspberry?

    1. Alexsandro,

      Não consegui encontrar o número exato, mas pelas pesquisas é possível adicionar mais de três 😉

      Abraços, e cuide-se com o COVID-19!
      Diogo – Equipe FilipeFlop

  4. Olá, meu caro Viktor!
    Gostaria de saber se o OctoPrint não roda diretamente do pendrive como outros softwares e se controla a impressora 3D localmente?

    Desde já, agradeço e um grande abraço!