OctoPrint: Controle sua impressora 3D remotamente com uma Raspberry Pi 9

A OctoPrint é uma interface web para controlar e monitorar uma impressora 3D através de uma Raspberry Pi conectada a rede. Utilizando a OctoPrint podemos enviar arquivos para a impressão remotamente, monitorar o andamento de nossa impressão em tempo real e, caso necessário, também interrompê-la. Desenvolvido por Gina Häußge, a OctoPrint é uma plataforma open source e de distribuição gratuita. Neste artigo iremos aprender a instalar e configurar a OctoPrint em uma Raspberry Pi 3, além de conhecer as suas funcionalidades básicas.

Material necessário

Neste artigo iremos utilizar os seguintes materiais:

Além dos itens citados acima iremos utilizar os seguintes softwares:

Instalando o software OctoPrint na Raspberry Pi

Baixe a imagem do sistema no site oficial da OctoPrint.

Grave a imagem do sistema em um cartão SD. No meu caso utilizei o balenaEtcher para realizar a gravação.

Imagem 1 - balenaEtcher

Abra a pasta /boot que está no cartão SD e altere o arquivo octopi-wpa-supplicant.txt com o programa Notepad++.

Imagem 2 - Edição do arquivo OctoPi

É neste arquivo que precisamos configurar as credenciais da rede Wi-Fi. Para isto, basta descomentar da linha 27 a linha 30 e inserir o nome da sua rede Wi-Fi na linha 28 e a senha da rede Wi-Fi na linha 29.

Imagem 3 - Edição do arquivo OctoPi

Imagem 4 - Edição do arquivo OctoPi

Insira o cartão SD na Raspberry Pi. Conecte a câmera na Raspberry Pi.

Imagem 5 - OctoPrint na Raspberry Pi

Por fim, alimente a Raspberry Pi.

Acessando a Raspberry Pi remotamente

Acesse sua Raspberry Pi via SSH através do Putty. O Putty é um software de emulação de terminal grátis, que realiza acessos remotos a servidores via Shell (para mais informações, acesse o post Raspberry Pi Zero W: configuração rápida para rede e SSH). Abra o Putty e no campo Host Name insira octopi.local.

Imagem 6 - Acesso via SSH

Caso não funcione, é preciso descobrir qual IP o roteador entregou para a Raspberry Pi. Existem diversas formas de fazer isso, mas a que eu acho mais simples é utilizando o aplicativo Fing, disponível gratuitamente para Android e IOS.

Imagem 7 - IP da Raspberry

Feita a conexão via SSH, será necessário fazer login. O usuário padrão é pi e a senha é raspberry.

Imagem 8 - Login na Raspberry Pi

Passo 6: Para facilitar o acesso a Raspberry Pi, configure um IP fixo alterando o arquivo /etc/dhcpcd.conf. Digite o seguinte comando:

nano /etc/dhcpcd.conf

Teremos a seguinte tela:

Imagem 9 - Configuração do IP fixo

Faça as seguintes alterações:

  1. Apague as cerquilhas descomentando o bloco Exemple static IP configuration.
  2. Altere a  interface de eth0 para wlan0 (esta alteração é necessária apenas se você está utilizando o Wi-Fi).
  3. Na linha static ip_address, faça a modificação colocando o seu número de IP.
  4. Na linha static ip6_address será nosso ipv6.
  5. Na linha static router será o ip do nosso roteador
  6. Na linha static domain_name_servers será o ip do nosso domínio.

Veja abaixo como ficaram as alterações:

Imagem 10 - Configuração do IP fixo

Após realizar todas as alterações, salve e saia do nano.

Configurando a câmera na Raspberry Pi

Agora é necessário ativar a câmera serial da Raspberry Pi. Digite no terminal:

sudo raspi-config

A seguinte tela irá se abrir:

Imagem 11 - Configuração para câmera na Raspberry Pi

Vá até a opção “5 Interfacing Options” e pressione enter. A seguinte tela irá se abrir:

Imagem 12 - Configuração para câmera na Raspberry Pi

Selecione a opção “P1 Camera” pressionando enter. Saia e volte para o terminal.

Para aplicar as configurações, a Raspberry Pi deve ser reiniciada. Para isso, digite o seguinte comando:

sudo shutdown -r now

Após alguns segundos, já podemos acessar o IP da Raspberry Pi através de nosso navegador.

Configurando o software OctoPrint

Em nosso primeiro acesso, será necessário realizar algumas configurações. A página inicial será essa abaixo:

Imagem 13 - Configuração iniciais no OctoPrint

Em “Acess Control”, insira um usuário e uma senha para acesso e clique em “Keep Acess Control Enabled”.

Imagem 14 - Configuração iniciais no OctoPrint

Aqui podemos marcar a opção “Enable Aanonymous Usage Tracking” para que o OctoPrint envie informações anônimas sobre o uso do software para correção de possíveis bugs.

Imagem 15 - Configuração iniciais no OctoPrint

Aqui, o OctoPrint nos pergunta se queremos configurar um teste de conectividade com a internet. No meu caso eu não configurei, clicando na opção “Disable Conectivity Check”.

Imagem 16 - Configuração iniciais no OctoPrint

Nesta etapa configuramos a ativação do bloqueio para plugins de terceiros que possam afetar o nosso sistema. Eu ativei a opção, clicando em “Enable Plugin Blacklist Processing”.

Imagem 17 - Configuração iniciais no OctoPrint

Para quem utiliza o fatiador Cura, o OctoPrint oferece a opção de importar o perfil e poder realizar o fatiamento das peças no próprio OctoPrint. A vantagem é que podemos fazer o upload do arquivo .stl e o OctoPrint irá também gerar o gcode. Como não utilizo o Cura, apenas pulei essa opção clicando em Next.

Imagem 18 - Configuração iniciais no OctoPrint

Aqui é onde devemos indicar as configurações da nossa impressora. No meu caso, eu apenas chequei a área de impressão e o diâmetro do bico da impressora:

Imagem 19 - Configuração iniciais no OctoPrint

Imagem 20 - Configuração iniciais no OctoPrint

Conclua as configurações clicando em “Finish”.

Imagem 21 - Configuração iniciais no OctoPrint

Utilizando o OctoPrint

Agora que terminamos as configurações iniciais, podemos atualizar a página em nosso navegador. A primeira página que irá se abrir é a tela de login:

Imagem 22 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Após realizarmos o login, seremos apresentados à home page do OctoPrint:

Imagem 23 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Agora, devemos conectar a Raspberry Pi com a impressora 3D através de um cabo USB. Após a conexão, podemos clicar no botão “Connect”. A OctoPrint fará a conexão automaticamente com a nossa impressora.

Tela após a conexão realizada:

Imagem 24 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Já estamos com a nossa impressora conectada ao OctopPrint, podemos começar a utilizá-la para controlar e monitorar a nossa impressora.

Agora vamos aprender o funcionamento básico de cada ferramenta dentro da interface do OctoPrint.

No campo “State”, podemos acompanhar o andamento da impressão, o nome do arquivo que está sendo impresso, o tempo que configuramos o timelapse, o tempo de impressão e quanto tempo falta para o fim. Também podemos cancelar e pausar a impressão.

No campo “Files”, podemos visualizar todos os arquivos que estão no cartão SD, podemos fazer download e upload de arquivos, criar uma pasta e mandar para a impressão um arquivo.

Na aba “Temperature”, podemos acompanhar a temperatura do hotend e da mesa através do gráfico e dos campos abaixo do gráfico.

Imagem 25 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Na segunda aba “Control”, podemos acompanhar em tempo real o que a câmera está gravando, controlar os eixos X,Y e Z da impressora,  extrusar material, fazer o retract, ou ainda ligar e desligar os motores ou o fan que resfria a peça.

Imagem 26 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Na terceira aba, “GCode Viewer”, podemos ver a simulação dos movimentos em X, Y e Z que a impressora irá realizar no momento em que estiver imprimindo a peça. Também podemos acompanhar a impressão em tempo real.

Imagem 27 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Na quarta aba, “Terminal”, podemos acompanhar em tempo real todos os comandos que estão sendo executados pelos motores da impressora e enviar um comando em tempo real:

Imagem 28 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Na quinta aba, “Timelapse”, podemos configurar a câmera conectada à Raspberry para que tire fotos e ao final da impressão monte um timelapse:

Imagem 29 - Primeiros passos com OctoPrint e Raspberry Pi

Demonstração do timelapse feito com o OctoPrint:

Conclusão

Podemos notar que o OctoPrint é uma ferramenta poderosa para nos auxiliar no gerenciamento de impressora 3D. Quem costuma fazer impressões sabe como é frustrante sair de casa, deixar as impressões em andamento e, ao voltar, perceber que deu tudo errado. Com o monitoramento através de uma interface web com a Raspberry Pi, podemos ter muito mais garantia do sucesso e da qualidade das nossas impressões, e o melhor de tudo, de forma remota! Além do mais, por ser uma ferramenta open source, a cada dia surgem novos plugins que podemos instalar e aumentar ainda mais a quantidade de funcionalidades do OctoPrint.

Então, o que achou do post OctoPrint: Controle sua impressora 3D remotamente com uma Raspberry Pi? Conta pra gente aqui nos comentários!

Faça seu comentário

Acesse sua conta e participe

9 Comentários

  1. Parabéns pelo artigo. No meu caso, no Octoprint, nada aparece no Gcode Viewer. Alguém tem alguma sugestão ou poderia ajudar?

    1. Olá!

      Você tentou clicar em “Center Viewport On Model”?

      Abraços!
      Vinícius – Equipe FilipeFlop

  2. parabéns! Muito obrigado por compartilhar esse tipo de informação!

  3. Olá, meu caro Viktor!
    Gostaria de saber se o OctoPrint não roda diretamente do pendrive como outros softwares e se controla a impressora 3D localmente?

    Desde já, agradeço e um grande abraço!

  4. Quantas impressoras podem ser instalada em um só Raspberry?

    1. Alexsandro,

      Não consegui encontrar o número exato, mas pelas pesquisas é possível adicionar mais de três 😉

      Abraços, e cuide-se com o COVID-19!
      Diogo – Equipe FilipeFlop

  5. Excelente artigo. Bem detalhado e intuitivo!
    Parabéns!

    1. O Raspberry pi tem 4 portas USB, logo posso afirmar que o OctoPrint pode controlar 4 impressoras ao mesmo tempo ? ou eu tenho que comprar 4 Raspberry, um para cada impressora ?
      Valeuuuuu

  6. Excelente artigo, Viktor.
    Parabéns