Agora é possível programar dispositivos Linux IoT usando Arduino 1

Sim, isso mesmo. Agora você pode gerenciar e programar uma variedade de dispositivos Linux IoT, incluindo computadores simples como AAEON UP², Raspberry Pi e BeagleBone como se fossem placas Arduino regulares. O anúncio foi feito recentemente durante o Embedded Linux Conference 2018.

Com isso, a plataforma em nuvem Arduino Create passa a suportar um número maior de arquiteturas, facilitando ainda mais a vida do usuário. Este recurso permite que você programe uma Raspberry Pi para interagir com sensores, motores e outros componentes conectados ao GPIO da placa, por exemplo.

Uma enorme variedade de programas podem ser executados simultaneamente com Arduino em uma placa baseada em Linux, além de permitir o gerenciamento e a atualização remotos.

Com o intuito de entregar uma experiência ainda melhor para o usuário, a Arduino criou uma maneira muito fácil de programar um novo dispositivo. Usuários das placas Raspberry Pi e BeagleBone, além da Intel SBCs, podem configurar um novo dispositivo do zero e sem precisar de nenhum conhecimento prévio. Tudo isso graças a um assistente intuitivo baseado na web que ajuda nessa tarefa. Incrível, né? Segundo Massimo Banzi, CTO Arduino, “este é um importante passo a frente na democratização do acesso à Internet das Coisas”.

A Arduino pretende ampliar ainda mais a gama de recursos disponíveis na plataforma Arduino Create. Isso vai de encontro ao que Fabio Violante, CEO da Arduino, falou durante o anúncio da novidade: “Na Arduino queremos capacitar qualquer um para ser um jogador ativo no mundo digital. Ser capaz de executar o código Arduino e gerenciar dispositivos Linux conectados é um passo importante nessa direção, especialmente para aplicativos IoT que precisam de mais poder de computação, como AI e visão computacional”.

É aguardar pra ver, né? Enquanto isso, deixe seu comentário logo abaixo. Em caso de dúvidas, caso queira trocar uma ideia, ou até mesmo dividir seu projeto, acesse nosso Fórum!

Fonte: Blog Arduino

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um Comentário

  1. Meu medo é que aconteça com a plataforma arduino, o mesmo que aconteceu com a biblioteca RF24 para os radios NRF24L01, foi criada uma biblioteca inicial pelo maniabug, dai surgiram algumas variações, e a propria biblioteca evoluiu, até que o maniacbug passou a bola pra o TMRH20 que pegou a biblioteca e ao inves de focar no arduino e melhora-la nesse sentido, optou por flexibiliza-la pra outros dispositivos como o raspbery, e outros, resultado, a biblioteca não atende bem mais ninguem.

    Weider Oliveira Duarte