DRAGONBOARD 410C REVIEW

Review DragonBoard 410c 3

Mais um computador embarcado chegou para disputar mercado. Dessa vez apresentamos a DragonBoard 410c da Qualcomm. Acompanhe este post e veja quais as vantagens dessa placa, as principais diferenças entre a DragonBoard e outros computadores embarcados atuais e possíveis aplicações que podem ser desenvolvidas usando os recursos de hardware da DragonBoard 410c.  

DRAGONBOARD EM PERSPECTIVA

Formato 96Boards

A DragonBoard 410c foi desenvolvida baseada no formato de hardware 96Boards. Sendo uma iniciativa da Linaro, a 96Boards tem como objetivo especificar um formato de placa para diversos tipos de processadores ARM. Fabricantes já aderiram ao formato, dentre eles a MediaTek com o processador X20 e a Arrow com o processador da Qualcomm Snapdragon 410c. Veja abaixo algumas placas compatíveis com o formato 96Boards.

placas-96boards

Especificações técnicas da DragonBoard 410c

Fabricada pela Arrow, a DragonBoard 410c vem popularizando o uso do processador Qualcomm Snapdragon 410E. Dentre as principais características técnicas temos as seguintes:

CPU: Quad-core ARM® Cortex® A53 até 1.2 GHz por núcleo com suporte a 32-bit e 64-bit
Memória/Armazenamento: 1GB LPDDR3 533MHz / 8GB eMMC 4.5 / SD 3.0 (UHS-I)
GPU: Qualcomm Adreno 306 GPU com suporte a APIs avançadas, incluindo OpenGL ES 3.0, OpenCL, DirectX, e segurança de conteúdo
Vídeo: Reprodução de vídeo em 1080p@30fps HD e captura com H.264 (AVC), e reprodução em 720p com H.265 (HEVC)
Suporte a Câmeras: ISP integrado com suporte a sensores de imagem até 13MP
Conectividade e Localização:

  • Wi-Fi 802.11 b/g/n 2.4GHz
  • Bluetooth 4.1
  • Qualcomm® IZat™ tecnologia de localização Gen8C
  • Antena on-board para Wi-Fi, BT e GPS

Interfaces I/O: Conector HDMI, 1x micro USB (modo device), 2x USB 2.0 (modo host), slot para cartão micro SD
Expansões:

  • Conector de expansão low speed 40 pinos contendo: UART, SPI, I2S, 2x I2C, 12x GPIO, DC power
  • Conector de expansão high speed 60 pinos contendo: 4L MIPI-DSI, USB, I2C x2, 2L+4L MIPI-CSI
  • Compatível com Arduino com a placa Mezzanine.

Veja abaixo como a DragonBoard se enquadra no formato 96Boards:

board-back-front

DETALHAMENTO PLACA

Diferenciais da DragonBoard 410c

A DragonBoard 410c possui alguns diferenciais interessantes que a tornam mais robusta que outras placas mais comuns no mercado.

O primeiro item, que raramente é encontrado em outras placas, é o GPS. Com um módulo GPS embutido é possível desenvolver projetos que necessitam de localização, como robôs e drones.

Um outro item que chama bastante a atenção é que o processador Snapdragon 410 possui um DSP integrado no mesmo SOC. Digital Signal Processors são essenciais quando se precisa de alta performance em processamento em modo low-power. Usando um DSP é possível livrar o processador principal de tarefas como processamento de imagem, visão computacional e processamento de áudio. Outras aplicações para um DSP são reconhecimento de voz e reprodução de música em modo low-power.

A placa também possui memória Flash de 8GB, podendo ser usada para instalação do sistema operacional e gravação de dados ou arquivos sem necessidade de utilização de um cartão SD embora a placa conte com esse slot para cartão.

Por se tratar de uma placa de cunho industrial, ela tem um custo mais elevado em relação a plataformas comuns educacionais. Ela traz a robustez necessária para prototipação de aplicações industriais e validação de projetos que futuramente entrarão no mercado como produto utilizando o processador Snapdragon.

Sistemas operacionais suportados

Mas não é só de hardware que uma placa é feita. Para tirar proveito de tantos recursos de hardware, são disponibilizados os seguintes sistemas operacionais:

Debian – Imagem baseada no Debian 9 (aka stretch) com Linux kernel 4.9.34, podendo ser utilizados pacotes dos repositórios Debian (apt-get). Por ser um sistema baseado em Linux, é possível desenvolver em C/C++, Python, Node.js dentre outras linguagens.

Android – Com Android é possível instalar diversos aplicativos do ecossistema, bastando apenas ter o arquivo “.apk” do aplicativo. É possível também o desenvolvimento de aplicações Android utilizando o Android Studio.

Windows 10 IoT – É uma versão minimalista do Windows 10 desenvolvida para a internet das coisas, possibilitando o desenvolvimento de dispositivos conectados. Aplicações podem ser desenvolvidas no Visual Studio e transferidas diretamente para a placa.  

Acessórios da DragonBoard 410c

Para complementar ainda mais a DragonBoard, existem placas adicionais que relembram os shields do Arduino chamadas de Mezzanine. Essas placas podem ser utilizadas com toda a linha 96Boards.

Dentre as placas Mezzanine mais comuns temos:

Groove Sensor Mezzanine – Com essa placa é possível expandir as funcionalidades da DragonBoard conectando diversos tipos de sensores e atuadores. Com o Kit Starter Grove para 96Boards você tem tudo para começar a desenvolver com a DragonBoard.

grove-kit

Arrow Audio Mezzanine – Essa placa pode expandir a DragonBoard em termos de áudio. Ela possui um saída de áudio através de um conector Jack 3,5mm além de dois microfones que podem ser utilizados em aplicações de detecção e reconhecimento de voz e áudio.

audio-mezzanine

MIPI Adapter Mezzanine – AiStarVision – Primariamente desenvolvida para a DragonBoard podendo ser usada também em outras placas no padrão 96Boards, essa Mezzanine cai como uma luva em aplicações de visão computacional e processamento de imagem. Traz duas entradas para câmeras além de ser compatível com a câmera da Raspberry Pi.

camera-mezzanine

As placas Mezzanine tornam o desenvolvimento com a DragonBoard mais conveniente já convertendo os níveis de energia necessários e, na maioria das vezes, possibilitando o acesso a placa via interface USB-serial.

Gostou da DragonBoard 410c? Deixe seu comentário logo abaixo. Em caso de dúvidas, caso queira trocar uma ideia, ou até mesmo dividir seu projeto, acesse nosso Fórum!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 Comentários

  1. Este padrão: 96Boards.
    É o layout e posicionamento dos conectores e sinais da placa?
    É aberto?
    Qualquer um pode fabricar placas nesse formato?
    Euclides.

    Euclides Franco de Rezende
    1. Isso mesmo!
      Veja mais sobre este padrão aqui: https://www.96boards.org/about/
      O padrão é aberto e vários fabricantes já aderiram ao formato.
      Nesse guia você encontra dimensões e posicionamento de componentes: https://linaro.co/ce-specification

      Sobre a dragobord você encontra mais informações sobre o hardware aqui: https://github.com/96boards/documentation/tree/master/ConsumerEdition/DragonBoard-410c/HardwareDocs

      Abraço!

  2. Ótimo Review. Você sabe se todos os periféricos são suportados no Linux?