DRAGONBOARD 410C REVIEW

Review DragonBoard 410c 3

Mais um computador embarcado chegou para disputar mercado. Dessa vez apresentamos a DragonBoard 410c da Qualcomm. Acompanhe este post e veja quais as vantagens dessa placa, as principais diferenças entre a DragonBoard e outros computadores embarcados atuais e possíveis aplicações que podem ser desenvolvidas usando os recursos de hardware da DragonBoard 410c.  

DRAGONBOARD EM PERSPECTIVA

Formato 96Boards

A DragonBoard 410c foi desenvolvida baseada no formato de hardware 96Boards. Sendo uma iniciativa da Linaro, a 96Boards tem como objetivo especificar um formato de placa para diversos tipos de processadores ARM. Fabricantes já aderiram ao formato, dentre eles a MediaTek com o processador X20 e a Arrow com o processador da Qualcomm Snapdragon 410c. Veja abaixo algumas placas compatíveis com o formato 96Boards.

placas-96boards

Especificações técnicas da DragonBoard 410c

Fabricada pela Arrow, a DragonBoard 410c vem popularizando o uso do processador Qualcomm Snapdragon 410E. Dentre as principais características técnicas temos as seguintes:

CPU: Quad-core ARM® Cortex® A53 até 1.2 GHz por núcleo com suporte a 32-bit e 64-bit
Memória/Armazenamento: 1GB LPDDR3 533MHz / 8GB eMMC 4.5 / SD 3.0 (UHS-I)
GPU: Qualcomm Adreno 306 GPU com suporte a APIs avançadas, incluindo OpenGL ES 3.0, OpenCL, DirectX, e segurança de conteúdo
Vídeo: Reprodução de vídeo em [email protected] HD e captura com H.264 (AVC), e reprodução em 720p com H.265 (HEVC)
Suporte a Câmeras: ISP integrado com suporte a sensores de imagem até 13MP
Conectividade e Localização:

  • Wi-Fi 802.11 b/g/n 2.4GHz
  • Bluetooth 4.1
  • Qualcomm® IZat™ tecnologia de localização Gen8C
  • Antena on-board para Wi-Fi, BT e GPS

Interfaces I/O: Conector HDMI, 1x micro USB (modo device), 2x USB 2.0 (modo host), slot para cartão micro SD
Expansões:

  • Conector de expansão low speed 40 pinos contendo: UART, SPI, I2S, 2x I2C, 12x GPIO, DC power
  • Conector de expansão high speed 60 pinos contendo: 4L MIPI-DSI, USB, I2C x2, 2L+4L MIPI-CSI
  • Compatível com Arduino com a placa Mezzanine.

Veja abaixo como a DragonBoard se enquadra no formato 96Boards:

board-back-front

DETALHAMENTO PLACA

Diferenciais da DragonBoard 410c

A DragonBoard 410c possui alguns diferenciais interessantes que a tornam mais robusta que outras placas mais comuns no mercado.

O primeiro item, que raramente é encontrado em outras placas, é o GPS. Com um módulo GPS embutido é possível desenvolver projetos que necessitam de localização, como robôs e drones.

Um outro item que chama bastante a atenção é que o processador Snapdragon 410 possui um DSP integrado no mesmo SOC. Digital Signal Processors são essenciais quando se precisa de alta performance em processamento em modo low-power. Usando um DSP é possível livrar o processador principal de tarefas como processamento de imagem, visão computacional e processamento de áudio. Outras aplicações para um DSP são reconhecimento de voz e reprodução de música em modo low-power.

A placa também possui memória Flash de 8GB, podendo ser usada para instalação do sistema operacional e gravação de dados ou arquivos sem necessidade de utilização de um cartão SD embora a placa conte com esse slot para cartão.

Por se tratar de uma placa de cunho industrial, ela tem um custo mais elevado em relação a plataformas comuns educacionais. Ela traz a robustez necessária para prototipação de aplicações industriais e validação de projetos que futuramente entrarão no mercado como produto utilizando o processador Snapdragon.

Sistemas operacionais suportados

Mas não é só de hardware que uma placa é feita. Para tirar proveito de tantos recursos de hardware, são disponibilizados os seguintes sistemas operacionais:

Debian – Imagem baseada no Debian 9 (aka stretch) com Linux kernel 4.9.34, podendo ser utilizados pacotes dos repositórios Debian (apt-get). Por ser um sistema baseado em Linux, é possível desenvolver em C/C++, Python, Node.js dentre outras linguagens.

Android – Com Android é possível instalar diversos aplicativos do ecossistema, bastando apenas ter o arquivo “.apk” do aplicativo. É possível também o desenvolvimento de aplicações Android utilizando o Android Studio.

Windows 10 IoT – É uma versão minimalista do Windows 10 desenvolvida para a internet das coisas, possibilitando o desenvolvimento de dispositivos conectados. Aplicações podem ser desenvolvidas no Visual Studio e transferidas diretamente para a placa.  

Acessórios da DragonBoard 410c

Para complementar ainda mais a DragonBoard, existem placas adicionais que relembram os shields do Arduino chamadas de Mezzanine. Essas placas podem ser utilizadas com toda a linha 96Boards.

Dentre as placas Mezzanine mais comuns temos:

Groove Sensor Mezzanine – Com essa placa é possível expandir as funcionalidades da DragonBoard conectando diversos tipos de sensores e atuadores. Com o Kit Starter Grove para 96Boards você tem tudo para começar a desenvolver com a DragonBoard.

grove-kit

Arrow Audio Mezzanine – Essa placa pode expandir a DragonBoard em termos de áudio. Ela possui um saída de áudio através de um conector Jack 3,5mm além de dois microfones que podem ser utilizados em aplicações de detecção e reconhecimento de voz e áudio.

audio-mezzanine

MIPI Adapter Mezzanine – AiStarVision – Primariamente desenvolvida para a DragonBoard podendo ser usada também em outras placas no padrão 96Boards, essa Mezzanine cai como uma luva em aplicações de visão computacional e processamento de imagem. Traz duas entradas para câmeras além de ser compatível com a câmera da Raspberry Pi.

camera-mezzanine

As placas Mezzanine tornam o desenvolvimento com a DragonBoard mais conveniente já convertendo os níveis de energia necessários e, na maioria das vezes, possibilitando o acesso a placa via interface USB-serial.

Gostou da DragonBoard 410c? Ajude-nos a melhorar o blog atribuindo uma nota a este tutorial (estrelas no final do artigo), comente e visite nossa loja FILIPEFLOP!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 Comentários

  1. Este padrão: 96Boards.
    É o layout e posicionamento dos conectores e sinais da placa?
    É aberto?
    Qualquer um pode fabricar placas nesse formato?
    Euclides.

    Euclides Franco de Rezende
    1. Isso mesmo!
      Veja mais sobre este padrão aqui: https://www.96boards.org/about/
      O padrão é aberto e vários fabricantes já aderiram ao formato.
      Nesse guia você encontra dimensões e posicionamento de componentes: https://linaro.co/ce-specification

      Sobre a dragobord você encontra mais informações sobre o hardware aqui: https://github.com/96boards/documentation/tree/master/ConsumerEdition/DragonBoard-410c/HardwareDocs

      Abraço!

  2. Ótimo Review. Você sabe se todos os periféricos são suportados no Linux?