Supercomputador com Raspberry Pi

Supercomputador com Raspberry Pi Deixe um comentário

Você não leu errado. Dá para fazer um supercomputador com Raspberry Pi. Não exatamente com apenas uma placa, mas com 750 delas. Foi o que a empresa BitScope apresentou durante uma convenção nos EUA, como uma nova solução para departamentos de TI trabalhar com grandes volumes de dados.

O projeto do supercomputador com Raspberry Pi

O Laboratório Nacional de Los Alamos do Departamento de Energia dos Estados Unidos colaborou com o projeto. O objetivo dos desenvolvedores é usar esse supercomputador caseiro para criar e experimentar softwares, que mais tarde serão usados em data centers e supercomputadores com aplicações ainda maiores. Foi escolhida para este projeto o Raspberry Pi 3 – minicomputador programável que vem com processador quad-core, 1 GB de memória e algumas portas USB.

O pessoal da BitScope divulgou que que o laboratório de Los Alamos já tem um supercomputador chamado Trinity. Ele possui 19.420 nós usando processadores Intel Xeon. Para montar um o Trinity, o Departamento de Energia dos EUA investiu cerca de US$ 250 milhões, além dos custos extras de manutenção. Pense você que, para testar softwares para o Trinity, o computador deve ter a capacidade semelhante. Contudo, não se queria gastar US$ 250 milhões para uma máquina de testes.

Foi aí que a BitScope pensou em desenvolver uma supermáquina usando placas de Raspberry Pi 3. O custo de cada cluster toaliza em média, US$ 5.250 – o que não é pouco, mas bem menos do que os US$ 250 milhões de um outro Trinity.

 

Tem vontade de desenvolver projetos com Raspberry Pi? Já desenvolveu mas quer novas ideias? Conheça nossos tutoriais. Somos a única Revendedora Oficial da Raspberry Pi na América Latina.

E você sabia que tem um espaço dedicado para a comunidade maker em que você pode buscar soluções para erros em projetos, tirar dúvidas e postar projetos? Faça parte do nosso Fórum!

 

Fonte: Digital Trends.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *