Placas Arduino

As placas Arduino são um dos componentes mais versáteis e conhecidos no mundo maker. São elas o centro das atenções na grande maioria dos projetos, de forma que seu microcontrolador permite desenvolver diversas aplicações, tudo num custo baixo e com dimensões reduzidas. Aqui na FilipeFlop você encontra os principais modelos de Arduino, com garantia e suporte!

Mostrando todos os 10 resultados

Quantas Placas Arduino existem?

Atualmente existem mais de 10 modelos de Placa Arduino no mercado. Você precisa de uma que faça conexão USB? Ou então conexão apenas por Bluetooth? As vezes, precisamos de conexão serial apenas… Todas elas existem, cada uma com suas particularidades, pontos positivos e negativos.

Principais placas para Iniciantes 

Já é de conhecimento geral que as placas Arduino, em sua grande maioria das vezes, são a porta de entrada para o Mundo Maker e tudo o que envolve a confecção de projetos eletrônicos, programação e o Do It Yourself (DIY). Sendo assim, muito se é questionado sobre qual a placa ideal para quem está começando, ainda mais com o tanto de modelos, variações e possibilidades existentes no mercado.

A Arduino UNO, na quase esmagadora maioria, é a placa Arduino ideal para quem está iniciando. Por ser uma placa bem robusta e que é largamente utilizada não só por iniciantes, mas por veteranos ao redor do mundo, ela acaba contando com uma documentação extremamente ampla e uma gama muito variada de Shields, Módulos e Sensores, que complementam a utilização e montagem de projetos. Seu microcontrolador é o ATMega328P, e a sua interface de comunicação padrão com o computador é via cabo USB A-B, e isso se dá através do chip conversor USB-Serial ATMega16U2 ou CH341, ao invés de conversores FTDI USB para Serial, presente em outros modelos.

Uma outra placa interessantíssima de ser utilizada por iniciantes é a Arduino Leonardo. Essa placa possui um microcontrolador ATMega32U4, e diferente da sua irmã, a UNO, não possui nenhum chip de conversor USB a mais. Ou seja, a conversão para que ocorra uma comunicação USB se dá através do próprio microcontrolador. Todavia, isso às vezes pode causar, na primeira utilização, que o computador confunda sua placa com um teclado ao invés de um dispositivo conectado numa porta COM. A Leonardo possui o mesmo formato da UNO, e assim consiste na mesma quantidade de pinos IO (tanto digitais quanto analógicos), além de manter a tensão de operação, que são os padrões 5V.

Você precisa de uma opção mais compacta? Então aqui na nossa loja Arduino, você também encontra a Arduino Nano. Baseada no ATMega328P, essa plaquinha pode ser encaixada em uma protoboard. Todavia, vale lembrar que não é só o tamanho que sofre mudanças. A Arduino Nano trabalha com uma tensão de 3.3V, e obviamente possui menos pinos IO (digitais e analógicos). Outra diferença para as demais é o fato de utilizar uma conexão Mini USB em vez de USB A-B.

Qual placa Arduino escolher?

Vai depender exclusivamente do que você deseja produzir de fato. Como já evidenciado, as placas Arduino são versáteis, simples e intuitivas de se usar, no entanto não é para isso que você deve se atentar, mas sim em alguns pontos como: quantidade de pinos e tensão de operação.

Seu projeto irá utilizar muitos sensores, módulos ou motores? Nesse caso, utilizar placas Arduino que possuam mais IOs como a Arduino MEGA, seja a opção mais viável. E se seu projeto utiliza muitos componentes com uma tensão de 3.3V? Utilizar um Arduino Nano pode ser uma opção a se considerar. Independente da sua necessidade temos o Arduino perfeito para você em nossa loja.