Resistores

Resistores

Conheça uma seleção com diversos resistores! Utilize esses componentes em seus projetos e monte divisores de tensão, regule a tensão que chega em seus componentes eletrônicos e limite corrente do circuito! São muitas opções de resistência, tudo para seu projeto. Conte com a garantia e entrega rápida da FilipeFlop e garanta já o seu!

Mostrando 1–16 de 39 resultados

O que é um resistor?

Um resistor é um componente elétrico passivo de dois terminais que implementa uma resistência elétrica como um elemento do circuito. Em circuitos eletrônicos, resistores são usados para reduzir o fluxo de corrente elétrica, ajustar níveis de sinais, dividir tensões, estabilizar elementos ativos e finalizar linhas de transmissão, além de outros usos. Resistores de alta potência que podem dissipar uma grande quantidade de potência elétrica (em watts) na forma de calor, podem ser usados como parte no controle de motores, em sistemas de distribuição de energia, ou como cargas de testes para geradores.

Resistores fixos possuem resistências que apenas variam um pouco com temperatura, tempo ou tensão de operação. Resistores variáveis (como potenciômetro), por outro lado, podem ser usados para ajustar elementos do circuito (como o controle de volume em um aparelho de som ou um dimmer de lâmpadas), ou como dispositivos sensoriais de temperatura, luz, umidade, força ou atividade química.

Resistores são elementos comuns em redes elétricas e em circuitos eletrônicos; são também amplamente utilizados em equipamentos eletrônicos. Resistores como componentes discretos podem ser compostos de várias formas e formatos. Resistores são também implementados em circuitos integrados (CI).

Tipos de resistores:

Resistores discretos podem vir em diversas formas, formatos e construções. Além de claro, serem classificados entre resistores fixos (comuns) e resistores variáveis (potenciômetro).

Resistores de carbono: Resistores de composição carbônica (CCR) consistem num elemento resistivo sólido cilíndrico com um fio embutido ou terminais de metal, os quais vão conectados em fios por exemplo. O corpo do resistor é protegido por tinta ou plástico. Esses resistores são os mais clássicos; utiliza-se código de cores para designar a resistência e a tolerância.

Resistores pilha de carbono: Um resistor pilha de carbono é feito por literalmente uma pilha de discos de carbono prensadas entre duas placas de metal. Ajustar a pressão muda a resistência entre as placas. Esses resistores são usados quando uma carga ajustável é requerida, por exemplo em baterias de teste automotivo ou transmissores de rádio.

Resistores de carbono impresso: Resistores de composição carbônica podem ser impressos diretamente em uma PCB (placa de circuito impresso) como parte do processo de produção dela. Apesar dessa técnica ser mais comum em módulos híbridos, é possível ser utilizada em PCBs comuns de fibra de vidro. Tolerâncias são geralmente bastante altas, podendo chegar na ordem dos 30%. Uma aplicação típica seria de resistores pullup não críticos.

Potenciômetros: Um potenciômetro é um resistor variável de três terminais. A resistência é controlada pela rotação de um eixo ou um deslizador linear. O nome potenciômetro vem de sua própria função como um divisor de tensão ajustável para prover um potencial variável no terminal conectado ao ponto de giro.

Como medir um resistor:

Para medir um resistor você pode utilizar um ohmímetro ou um multímetro com esta função. Assim, basta conectar cada ponteira em uma ponta do resistor e irá aparecer o valor. Outra forma é conhecer a tabela de cores de resistor, em que cada cor na tabela equivale a um número, assim formando a resistência que o componente apresenta.