Impressão 3D

Impressão 3D

Adquira os mais variados produtos relacionados a impressão 3D. Fique por dentro das mais novas tecnologias, acessórios, filamentos, resinas e impressoras 3D do mercado. Torne-se um utilizador assíduo dessa tecnologia que vem crescendo cada vez mais e descubra como tirar suas ideias do papel de forma fácil, rápida e bastante intuitiva!

Mostrando 33–48 de 53 resultados

O que é Impressão 3D?

A Impressão 3D, ou manufatura aditiva, é uma construção de um objeto tridimensional baseado em um modelo CAD (Design Auxiliado por Computador) ou em uma modelo 3D digital.  A expressão “Impressão 3D” pode se referir a uma variada opção de processos, em que o material é unido ou solidificado utilizando-se um controle computacional para criar um objeto tridimensional, onde o material é adicionado e unido geralmente camada por camada, utilizando-se das peças da Impressora 3D e filamentos/resina para a confecção.

Impressão FDM:

A Impressão FDM (Fused Deposition Modeling, ou Modelagem por Deposição Fundida), é a tecnologia mais comum de impressão 3D e funciona de forma bastante simples. O modelo 3D que você criar em programas próprios para tal será lido por uma máquina 3D (as quais chamamos de impressoras 3D). Esta, por sua vez, irá segmentar o arquivo do objeto camada por camada, e assim, irá fazer a impressão através da sobreposição dessas camadas.

O tempo de produção de peças utilizando uma impressora FDM depende de alguns fatores e, portanto, acaba sendo bem variado. Os principais pontos que interferem diretamente no tempo de impressão é a densidade e o tamanho do projeto. Além disso, o próprio material utilizado para imprimir pode influenciar no tempo de impressão, resultando em algo mais lento ou não.

Impressão 3D baseada em Resina:

Existem duas técnicas para a impressão 3D em resina: SLA (estereolitografia) e DLP (processamento digital de luz). Em ambos os processos, a resina para impressora 3D líquida fotossensível é endurecida, camada por camada, até formar o modelo 3D final.

O princípio de funcionamento de ambos os processos (SLA e DLP) é bastante parecido. Primeiro, a plataforma se aproxima do fundo do reservatório de resina até uma distância equivalente da altura de uma camada. Depois, a fonte de luz ultravioleta (UV) atinge a resina fotossensível 3D, curando e solidificando seletivamente a mesma. Quando a primeira camada é finalizada, a plataforma se move a uma distância suficiente para ser formada a segunda camada. Novamente a fonte de luz UV atinge seletivamente a resina para impressão 3D, endurecendo a mesma. O processo se repete até que a peça seja finalizada.

A principal diferença entre estes métodos está diretamente ligada a fonte de luz UV.

No caso do método SLA, a máquina de impressão 3D de resina funciona usando um laser UV de alta potência para endurecer a resina 3D líquida que está contida no reservatório. O feixe de laser é focado no caminho predeterminado usando um conjunto de espelhos.

Já nas impressoras que usam o método DLP, a fonte de luz é um projetor de luz digital que exibe uma única imagem de cada camada em toda a plataforma de uma só vez. Isso faz com que o processo de geração de camadas seja mais veloz em comparação com a tecnologia SLA.

Filamentos:

Os filamentos são os materiais mais utilizados entre a comunidade de impressão 3D. Isso se dá pelo fato de sua versatilidade, custo mais baixo e facilidade de uso. Um outro ponto importante a se considerar é o fato de que, como a maioria das impressoras no mercado são baseadas na tecnologia FDM, que utiliza os filamentos como matéria-prima, acaba tornando-os mais populares.