Impressão 3D

Impressão 3D

A impressão 3D é uma das tecnologias mais fascinantes e promissoras. Muitos dizem que dentro de alguns anos as impressoras 3D serão tão populares quanto as impressoras convencionais. Conheça essa tecnologia revolucionária e toda a nossa linha de produtos e aproveite os preços baixos e condições de pagamentos em toda a nossa linha de Impressoras, Filamentos, Reinas, Peças e Acessórios.

Mostrando 49–64 de 64 resultados

O que é Impressão 3D?

Impressão 3D é o nome dado a um conjunto de processos que permitem fabricar objetos físicos a partir de um modelo digital 3D desenvolvido com o auxílio de um computador (CAD). Também conhecida como prototipagem rápida ou manufatura aditiva, a Impressão 3D consiste em adicionar várias camadas de material uma sobre a outra até obtermos o produto final utilizando uma impressora 3D.

Uma das principais vantagens da Impressão 3D quando comparada a outras tecnologias de fabricação é a possibilidade de personalização das peças. As linhas de produção tiram vantagem da possibilidade de reduzir custos fabricando peças idênticas ou muito parecidas. Já a impressão 3D nos permite produzir peças cada vez mais exclusivas sem variações muito grandes nos custos de produção. Esse fenômeno vem sendo descrito como Personalização em Massa.

Como funciona a impressão 3D?

A fabricação da peça é realizada por uma impressora ou máquina 3D utilizando diversos tipos de materiais e as informações de como construir a peça. O primeiro passo é criar ou encontrar um modelo 3D para que você possa imprimir.

Criação de Modelos 3D
Para a criação do modelo são utilizados vários softwares de modelagem 3D. Alguns dos mais utilizados na indústria são o SolidWorks, Catia, SolidEdge, ProE, Autocad, Simens NX, Rhinoceros e outros. Esses softwares utilizam modelagem paramétrica e permitem criar peças muito precisas. No entanto, são caros e complexos.

Por outro lado, também existem alternativas mais baratas e fáceis de usar, como TinkerCad, Blender, SketchUp, FreeCad e outros. No Blog da FilipeFlop você contra algumas aulas introdutórias sobre alguns deles.

Ao mesmo tempo, nos dias atuais, você não precisa saber modelar para modelar em 3D para ter uma impressora. Você poderá encontrar gratuitamente na internet vários modelos prontos para serem impressos. Em alguns casos, será necessário utilizar um software de fatiamento antes de enviar o arquivo para a impressora, mas também já existem arquivos totalmente adequados para o seu modelo de impressora 3D.

Fatiamento
Após criar o modelo 3D, você precisará utilizar algum software de fatiamento para transformar o seu modelo 3D sólido em um conjunto de camadas muito finas, as chamadas fatias. Existem vários tipos de software diferentes, cada um com suas particularidades, mas todos funcionam seguindo os mesmos princípios.

Você deverá abrir seu modelo no software de fatiamento, ou fatiador 3D, e fazer a configuração considerando algumas variáveis, tais como: geometria da peça, tipo de impressora, tipo de material, velocidade, espessura da parede e outros.

Geralmente os melhores softwares já trazem pré-configurações que facilitam todo esse processo. Entre os principais podemos destacar: o ChiTuBox, Cura, Simplify3D, Slic3r e outros. Verifique no site do fabricante da sua impressora ou entre em contato com o nosso suporte técnico para saber qual a melhor opção para você.

Impressão 3D
A última etapa do processo é o envio do arquivo fatiado para a impressora 3D de sua escolha. Geralmente esse processo é realizado através de um PenDrive ou cartão de memória, mas já existem impressoras que suportam o envio do arquivo através do wifi.

Preciso saber modelar para ter uma impressora 3D?

Quando a tecnologia começou a ser desenvolvida, as pessoas que buscam produzir objetos com as impressoras 3D precisavam saber utilizar algum programa de modelagem 3D. No entanto, atualmente existem várias comunidades e sites que disponibilizam os arquivos necessários para realizar as impressões. Já existem muitos produtos disponíveis e você só precisará baixar os arquivos e transferir para sua impressora.

A impressão 3D está cada dia mais acessível e a tendência é que um dia a impressora 3D se torne tão popular quanto uma impressora convencional.

Quais são as tecnologias utilizadas na Impressão 3D?

As impressoras 3D utilizam diversas tecnologias para produzir as peças. Todas parte do mesmo princípio básico, criar uma camada sobre a outra até obter a peça final. No entanto, enquanto as impressoras FDM derretem um filamento de plástico aplicando camada sobre camada, as impressoras de resina utilizam luz UV – Ultravioleta para endurecer o material.

Impressão 3D FDM

A Impressão 3D FDM – Fused Deposition Modeling (modelagem por deposição fundida) é a tecnologia mais utilizada nas impressoras de pequeno porte. Ela foi responsável pela popularização da tecnologia. O seu funcionamento é bastante simples, a partir das instruções produzidas pelo software de fatiamento, a impressora derrete um filamento de plástico e vai depositando o material camada por camada até que o produto esteja pronto.

O tempo de produção de peças utilizando uma impressora FDM varia muito em função do modelo 3D e do material utilizado. Quanto maior e mais denso for o seu modelo, mais tempo a impressora vai demorar para depositar o material. Além disso, o tipo de material do filamento escolhido pode exigir que você configure a impressora com uma velocidade de impressão mais baixa.

As impressoras mais simples possuem um bico extrusor responsável por derreter o filamento e transformá-lo em um fio muito fino. Mas também existem impressoras de filamentos que possuem dois bicos e que podem utilizar dois tipos de materiais diferentes ao mesmo tempo. Isso aumenta muito a versatilidade da impressora permitindo a fabricação de peças mais complexas.

Filamentos 3D
Os filamentos são fios, geralmente com 1,75 mm de diâmetro, produzidos com diversos tipos de plástico, cada um com uma característica e finalidade específica.

Entre os filamentos mais utilizados estão:
– PLA – fácil de imprimir
– ABS – ótimo acabamento
– PETG – muito resistente
– TPU – elástico e emborrachado
– Solúveis – se desmancham com água ou d-limoneno

Apesar de serem muito versáteis, as impressoras de filamento possuem algumas limitações com relação à complexidade e o grau de refinamento das peças que produz. Por isso, em algumas situações pode ser mais indicado utilizar uma impressora 3D de resina.

Impressão 3D em Resina

A impressão 3D em resina utiliza uma fonte de luz Ultravioleta para realizar a cura ou endurecimento da resina líquida. A impressora faz isso camada por camada até que a peça esteja totalmente pronta.

Existem três técnicas para a impressão 3D em resina: SLA (estereolitografia) e DLP (processamento digital de luz). Em ambos os processos, a resina para impressora 3D líquida fotossensível é endurecida, camada por camada, até formar o modelo 3D final.

SLA – Estereolitografia
As impressoras 3D SLA utilizam um feixe de laser UV que atinge a resina líquida um ponto de cada vez. O feixe de luz UV percorre todos os pontos de cada camada da peça. As primeiras impressoras 3D de resina utilizavam a SLA como tecnologia.

DLP – Processamento digital de luz
Essa tecnologia consiste em projetar a luz UV em toda a camada ao mesmo tempo utilizando um conjunto de microespelhos durante alguns milissegundos em cada camada. Em função disso, esse tipo de impressora é mais rápida do que as SLA, mas pode ser menor detalhada.

LCD – Display de cristal líquido
A utilização de LCDs na produção de impressoras 3D é relativamente recente e possibilitou a redução dos custo das impressoras. O processo de impressão é semelhante ao DLP, mas aqui, no lugar dos microespelhos, a luz UV é projetada através de um display LCD que define o desenho de cada camada.

As impressoras de resina LCD são as mais acessíveis no mercado e podem ser encontradas aqui na FilipeFlop, que oferece garantia de 6 meses, suporte técnico especializado e facilidade de pagamento.

Quais são as aplicações da Impressão 3D?

A impressão 3D vem transformando a forma como várias áreas trabalham. Da engenharia à medicina, a fabricação de peças sob medida tem possibilitado que soluções inovadoras sejam desenvolvidas.

Entre os principais mercados que vem utilizando com sucesso a impressão 3D podemos citar:

  • Engenharias, Arquitetura e Design
  • Medicina e Odontologia
  • Indústria automotiva, naval e aeronáutica
  • Action figure e miniaturas
  • Aeromodelismo, Ferromodelismo e outros
  • Área alimentícia
  • Decoração
  • Hobby