Resinas

Resina

Confira as resinas especiais para impressão 3D. Comprou uma impressora 3D de resina e não sabe por onde começar? Que tal adquirir com a gente resinas de qualidade e com garantia e suporte? Fique de olho em todas as impressoras 3d e adquira já a sua e bote a mão na massa!

Mostrando todos os 14 resultados

Impressão baseada em Resina:

Existem duas técnicas para a impressão 3D em resina: SLA (estereolitografia) e DLP (processamento digital de luz). Em ambos os processos, a resina líquida fotossensível é endurecida, camada por camada, até formar o modelo 3D final.

O princípio de funcionamento de ambos os processos (SLA e DLP) é bastante parecido. Primeiro, a plataforma se aproxima do fundo do reservatório de resina até uma distância equivalente da altura de uma camada. Depois, a fonte de luz ultravioleta (UV) atinge a resina fotossensível, curando e solidificando seletivamente a mesma. Quando a primeira camada é finalizada, a plataforma se move a uma distância suficiente para ser formada a segunda camada. Novamente a fonte de luz UV atinge seletivamente a resina, endurecendo a mesma. O processo se repete até que a peça seja finalizada.

A principal diferença entre estes métodos está diretamente ligada a fonte de luz UV.

No caso do método SLA, a impressora 3d de resina funciona usando um laser UV de alta potência para endurecer a resina líquida que está contida no reservatório. O feixe de laser é focado no caminho predeterminado usando um conjunto de espelhos.

Já nas impressoras 3D DLP (que usam o método DLP), a fonte de luz é um projetor de luz digital que exibe uma única imagem de cada camada em toda a plataforma de uma só vez. Isso faz com que o processo de geração de camadas seja mais veloz em comparação com a tecnologia SLA.

Resinas Standard:

De forma comum, damos o nome de Resina Standard para uma resina que se emprega para a fabricação de peças que tenham um uso mais genérico em qualquer impressora 3D de resina. Estas resinas pertencentes a categoria standard conta com geralmente um bom acabamento superficial, e as suas propriedades mecânicas são moderadas. Um exemplo disso são resinas para impressora 3d com propriedades similares ao ABS (zABS), resinas para criar cor (Color Base Kit) e até resinas para impressões muito rápidas (zUDP).

Resinas avançadas:

As resinas para impressora 3d que entram nessa categoria são as que vão oferecer propriedades mecânicas específicas para aplicações específicas, ou que mostrem qualidade particular para aplicações mais técnicas. Dentro das resinas avançadas, podemos separá-las em três grupos bem distintos: engenharia, dental e castable.

As resinas de engenharia são materiais desenvolvidos para solucionar os problemas de engenharia mais complexos, isso tudo graças à especialização de um material para uma aplicação muito concreta e plausível.

Como já dito anteriormente, os grupos de resinas avançadas são materiais especializados, sendo o caso mais claro, o das resinas dentais. Todos estes materiais contam com um certificado de biocompatibilidade para assegurar a saúde dos objetos destinados a um uso odontológico. Isso porque, como tais resinas serão utilizadas dentro da boca de pacientes, é necessário que não agridam de nenhuma forma o corpo e diminua-se o risco de rejeição.

Para terminar o campo das resinas avançadas, existem as resinas castables. Estas resinas são empregadas para criar e adaptar peças metálicas mediante o processo de cera perdida, sobretudo no campo da joalharia, criando peças de qualidade.