,

Placa MEGA 2560 R3 + Cabo USB para Arduino

REF: 1AC04

Mega 2560 R3 é a placa Arduino perfeita para dar vida a projetos mais elaborados que precisam de um maior número de entradas e saídas e memória RAM.

É a placa recomendada para projetos de robótica e construção de impressoras 3D e CNCs. São múltiplas as opções de conexão e invenção.

Botão Curso Standard com 50% de desconto

Na compra da placa, leve também o Curso de Programação em C/C++ para Arduino com 50% de desconto.


Comprando com a FilipeFlop você tem garantia e suporte técnico especializado.

    Disponibilidade:

    Em estoque

    R$235,90 6X DE R$39,32 s/ juros R$224,10 no PIX

    Em estoque

    FRETE E PRAZO

    Banner Arduino Mega 2560 R3

    Placa Mega 2560 R3 | Desenvolva projetos mais avançados

    Mega 2560 R3 é a placa Arduino perfeita para dar vida a projetos mais elaborados. É a placa recomendada para projetos de robótica e de construção de impressoras 3D e de outros equipamentos CNC (Controle Numérico Computadorizado). 

    A Mega é baseada no microcontrolador ATmega2560 e possui 70 pinos – são múltiplas as opções de conexão e criação. Tem um número de entradas e saídas bem maior que a Uno R3, mas também é compatível com a maioria dos shields projetados para sua placa irmã. 

    É uma placa completa e pronta para uso: basta conectar sua Mega a um computador com um cabo USB, uma fonte externa DC chaveada de 9 V com plug P4 ou bateria. Agora ficou fácil você comprar sua Placa MEGA 2560 R3 + Cabo USB para Arduino por um ótimo preço e com envio para todo o Brasil.

    Especificações do Arduino Mega 2560 R3

    • Microcontrolador: ATmega2560
    • Velocidade do Clock: 16 MHz
    • Pinos I/O Digitais: 70 (15 podem ser usadas como PWM)
    • Portas Analógica: 16
    • Tensão de Operação: 5 V
    • Tensão de Alimentação:  7-12 V
    • Corrente Máxima Pinos I/O: 40 mA
    • Memória Flash: 256 KB (8KB usado no bootloader)
    • SRAM: 8 KB
    • EEPROM: 4 KB
    • Dimensões: 101,6 mm x 53,34 mm

    Documentação do Arduino Mega 2560 R3

    Acompanha

    • 01 – Placa Mega 2560 R3
    • 01 – Cabo USB

    Programando a Placa Mega 2560 R3

    O Arduino utiliza uma linguagem de programação própria que foi desenvolvida baseada nas linguagens C/C++. Além disso, você vai precisar da IDE (Integrated Development Environment) para escrever, compilar e transmitir o código para as placas Arduino. A IDE pode ser baixada diretamente no site da fundação: faça o download da IDE gratuitamente

    O microcontrolador ATmega2560 do Arduino Mega 2560 vem pré-programado com um bootloader que permite fazer upload de novos códigos sem uso de hardware externo. Ele se comunica usando o protocolo STK500 original. Você também pode ignorar o bootloader e programar o microcontrolador através de ICSP (In-Circuit Serial Programming) usando Arduino ISP ou similar.

    Você não precisa ter um conhecimento avançado em programação ou linguagem C para programar a sua placa, estamos aqui para te ajudar! Confira o conteúdo exclusivo sobre os primeiros passos com Arduino e veja como é fácil se tornar um maker da eletrônica. Além disso, você pode encontrar em nosso Blog muitos projetos com Arduino para começar a colocar a mão na massa.

    Pinout do Arduino Mega 2560 R3

    A Arduino Mega 2560 R3 tem 70 pinos de entrada e saída digital  (dos quais 15 podem ser usados ​​como saídas PWM e 16 como entradas analógicas), 4 UARTs (portas seriais de hardware), um cristal oscilador de 16 MHz, uma conexão USB, um conector de alimentação, um conector ICSP, e um botão de reset.

    A Placa Mega 2560 vendida pela FilipeFlop possui projeto e funcionamento idêntico ao Arduino Original: ou seja, possui a mesma estrutura e componentes, mas não foi produzido na Itália. Entenda mais sobre o arduino open-hardware.

    Pinout Arduino Mega 2560 R3
    Pinout Arduino Mega 2560 R3

    Alimentação do Arduino Mega 2560 R3

    O Arduino Mega 2560 pode ser alimentado através da conexão USB ou com uma fonte externa DC chaveada de 9 V com plug P4 ou bateria. Os cabos de uma bateria podem ser inseridos nos pinos GND e Vin do conector de alimentação. Para assegurar estabilidade da alimentação, durabilidade e segurança da placa, opte por alimentação dentro da faixa de 7 a 12 V. 

    Os pinos de alimentação são os seguintes:

    • VIN: para fonte de alimentação externa alternativa ao conector USB.
    • 5V: fonte de alimentação regulada gerada pelo regulador embarcado (via VIN), conexão USB ou outra fonte regulada em 5 V.
    • 3V3: fonte de 3,3 V gerada pelo regulador embarcado que suporta no máximo 50mA
    • GND: pinos terra.
    • IOREF: referência de tensão com a qual o microcontrolador opera. Um shield configurado corretamente pode ler a tensão do pino IOREF e selecionar a fonte de alimentação apropriada ou habilitar conversores de tensão nas saídas para trabalhar com 5 V ou 3,3 V.

    Entradas e Saídas do Arduino Mega 2560 R3

    Cada um dos 70pinos digitais da Mega pode ser usado como entrada ou saída por meio das funções pinMode(),digitalWrite() e digitalRead(). Eles operam em 5 V. Os pinos podem fornecer ou receber 20 mA conforme a condição de operação recomendada e possuem resistor pull-up interno (desconectado por padrão) de 20-50 kΩ. Para evitar danos permanentes ao microcontrolador, 40 mA não devem ser ultrapassados.

    Alguns pinos do Arduino Mega 2560 possuem funções especializadas:

    • Serial: D0 (RX) e D1 (TX); Serial 1: D19 (RX) e D18 (TX); Serial 2: D17 (RX) eD16 (TX); Serial 3: D15 (RX) e D14 (TX). Usado para receber (RX) e transmitir (TX) dados seriais TTL. Os pinos D0 e D1 também são conectados aos pinos correspondentes do chip serial ATmega16U2 USB-TTL.
    • Interruptores externos: D2 (interruptor 0), D3 (interruptor 1), D18 (interruptor 5), D19 (interruptor 4), D20 (interruptor 3) e D21 (interruptor 2). Consulte a função attachInterrupt() para obter detalhes.
    • PWM: D2 a D13 e D44 a D46. Forneça saída PWM de 8 bits com a função analogWrite().
    • SPI: D50 (MISO), D51 (MOSI), D52 (SCK), D53 (SS). Esses pinos suportam comunicação SPI usando a biblioteca SPI. Os pinos SPI também são quebrados no ICSP, que é fisicamente compatível com o Arduino Uno.
    • LED: D13. Há um LED integrado ao pino digital 13. Quando este pino está no valor HIGH este LED está aceso, quando o pino está em LOW o LED está apagado.
    • I2C: D20 (SDA) e D21 (SCL). Suporte a comunicação TWI usando a biblioteca Wire.

    A Mega 2560 possui 16 entradas analógicas, cada uma com 10 bits de resolução (ou seja, 1024 valores diferentes). Por padrão, eles medem de 0 a 5 V, embora seja possível alterar o limite superior usando o pino AREF e a função analogReference().

    Existem alguns outros pinos na placa:

    • AREF. Tensão de referência para as entradas analógicas. Usado com analogReference().
    • Reset. Coloque esta linha em LOW para reiniciar o microcontrolador. Normalmente usado para adicionar um botão de reset aos shields que bloqueiam o da placa.

    Confira o vídeo e conheça mais sobre o Arduino!

    Conheça um pouco mais sobre a plataforma de prototipagem eletrônica open-hardware mais utilizada pela comunidade maker. Ela possui seu próprio ambiente de desenvolvimento open-software baseado na linguagem C, com programação bastante intuitiva para iniciantes.


    FilipeFlop | Sua Loja Arduino no Brasil

    A FilipeFlop é uma empresa com mais de 10 anos de experiência na comercialização de componentes eletrônicos. Todos os componentes e as placas Arduino são selecionados por especialistas para garantir que você tenha acesso às melhores plataformas de desenvolvimento. De makers, para makers: exploramos junto com você todas as possibilidades do mundo da eletrônica.

    SKU: 1AC04 Categorias: ,
    R$265,70 para 3 iten(s)