Aula 3: Principais modelos de ESP8266

Os módulos com chip ESP8266 estão se popularizando rapidamente e são uma ótima alternativa para seu projeto de IoT, pelo tamanho e praticidade. Nesta aula vamos ajudar você a escolher qual módulo ESP8266 utilizar em seus futuros projetos, mostrando os principais modelos e características.

Modelos de ESP8266

Internamente os módulos utilizam o mesmo controlador, o ESP8266 (datasheet), e o número de portas GPIO varia conforme o modelo do módulo. Dependendo do modelo, você pode ter interfaces I2C, SPI e PWM, além da serial. A alimentação de todos eles é de 3.3 V, assim como o nível de sinal nos pinos. Os módulos tem uma CPU de 32 Bits rodando a 80 MHz, suportam internet nos padrões 802.11 b/g/n e vários protocolos de segurança como WEP, WPA, WPA2, etc. A programação pode ser feita via comandos AT ou usando a linguagem LUA. São ideais para projetos de IoT pois possuem pouquíssimo consumo de energia em modo sleep.

Módulo ESP8266 ESP-01

Módulo ESP8266 ESP-01

O módulo ESP8266 ESP-01 é o módulo mais comum da linha ESP8266. Ele é compacto (24,8 x 14,3 mm), e possui dois pinos GPIO que podem ser controlados conforme a programação. O ESP-01 pode ter o firmware regravado e/ou atualizado, conforme mostramos no post Upgrade de Firmware do Módulo ESP8266, utilizando interface serial. Uma pequena desvantagem desse tipo de módulo é a disposição dos pinos, que dificultam a utilização em uma protoboard, mas você pode facilmente utilizar um adaptador para módulo wifi ESP8266 ESP-01 ou jumpers macho/fêmea, por exemplo.

Módulo ESP8266 ESP-05

Módulo ESP8266 ESP-05

O módulo wifi ESP8266 ESP-05 é um módulo um pouco diferente das outras placas da linha ESP8266, pois não possui portas que podemos usar para acionar dispositivos ou ler dados de sensores. Por outro lado, é uma alternativa interessante para projetos de IoT quando você precisa de uma boa conexão de rede/internet por um baixo custo. Pode ser utilizado, por exemplo, para montar um web server com Arduino ou efetuar uma comunicação de longa distância entre placas como Arduino/Arduino, Arduino/Raspberry, etc. Não possui antena onboard, mas tem um conector para antena externa onde podemos usar um cabo pigtail U.FL e uma antena SMA, aumentando consideravelmente o alcance do sinal wifi.

Módulo ESP8266 ESP-07

Módulo ESP8266 ESP-07

O módulo ESP8266 ESP-07  também é um módulo compacto (20 x 16mm), mas com um layout diferente, sem os pinos de ligação. O módulo conta com uma antena cerâmica embutida, e também um conector U-Fl para antena externa. Esse módulo tem 9 GPIOS, que podem funcionar como pinos I2C, SPI e PWM. O layout do módulo permite que ele seja integrado facilmente à uma placa de circuito impresso, muito utilizada em projetos de automação residencial.

Módulo ESP8266 ESP-12E

Módulo ESP8266 ESP-12E

O módulo ESP8266 ESP-12E é muito semelhante ao ESP-07, mas possui apenas antena interna (PCB). Tem 11 pinos GPIO e é muito utilizado como base para outros módulos ESP8266, como o NodeMCU, que veremos mais adiante. No blog temos um interessante post ensinando a utilizar o módulo com display Oled. Esse post usa especificamente o ESP-12E, mas você pode usar o mesmo princípio para ligar o display em outros módulos ESP8266.

Módulo ESP8266 ESP-201

Módulo ESP8266 ESP-201

O módulo ESP8266 ESP-201 é um módulo um pouco mais fácil de usar em termos de prototipação, pois pode ser montado em uma protoboard. Os 4 pinos laterais, que são responsáveis pela comunicação serial, atrapalham um pouco esse tipo de montagem, mas você pode soldar esses pinos no lado oposto da placa, ou utilizar algum tipo de adaptador. O ESP-201 possui 11 portas GPIO, antena embutida e conector U-FL para antena externa. A seleção da antena é feita modificando um jumper (um resistor de 0 (zero) ohms) na parte superior da placa, ao lado do conector U-FL.

NodeMCU ESP8266 ESP-12E

NodeMCU ESP8266 ESP-12E

O Módulo ESP8266 NodeMCU ESP-12E é uma placa de desenvolvimento completa, que além do chip ESP8266 conta com um conversor TTL-Serial e um regulador de tensão 3.3V. É um módulo que pode ser encaixado diretamente na protoboard e dispensa o uso de um microcontrolador externo para operar, já que pode ser facilmente programado utilizando LUA. Possui 11 pinos de GPIO (I2C, SPI, PWM), conector micro-usb para programação/alimentação e botões para reset e flash do módulo. Como podemos ver na imagem, o NodeMCU vem com um ESP-12E com antena embutida soldado na placa.