Conheça o sistema Grove Deixe um comentário

Para mostrar que aprender eletrônica pode ser divertido e que todos, independentemente da formação, são capazes de construir projetos eletrônicos a Seeedstudio criou o sistema Grove.

Imagem 1 - Seeedstudio

Comparado com o método tradicional de aprendizado, o Grove simplifica todo o processo, pois com ele você não precisa se preocupar com a solda de componentes e nem desperdiçar tempo tentando encontrar os erros do circuito montado em uma protoboard.

Por ser um sistema plug-and-play, o Grove é ideal para quem está iniciando no mundo da eletrônica. Pode ser utilizado por estudantes, makers, hobistas e artistas.

O sistema Grove consiste em três partes:

  • Base Grove;
  • Módulos Grove variados;
  • Cabo padrão Grove.

Ficou curioso e quer aprender mais? Então veja abaixo mais detalhes sobre o sistema Grove.

Base Grove

A base Grove permite comunicar, processar e controlar as entradas e saídas dos módulos Grove. Elas podem ser de dois tipos:

Imagem 2 - Seeeduino

  • Base shield com conexões Grove. A base shield Grove deve ser conectada a uma outra placa (Arduino, NodeMCU, Raspberry Pi) para que possa ser utilizada. Exemplos desse tipo de base são a Base Shield para Arduino e a Base Shield para NodeMCU.

Imagem 3 - Base shield para Arduino e NodeMCU

Módulos Grove

Cada módulo Grove possui uma documentação técnica e um código exemplo para que você possa utilizar os componentes de forma rápida e simples. Cada um deles possui uma função específica e pode ser dos seguintes tipos:

Imagem 5 - Sistema Grove (entradas e saídas básicas)

Imagem 6 - Sistema Grove (sensores)

Imagem 7 - Sistema Grove (atuadores)

Imagem 8 - Sistema Grove (display)

Imagem 9 - Sistema Grove (comunicação)

Cabo padrão Grove

A função dos cabos Grove é conectar os módulos Grove na base Grove. O cabo padrão Grove é composto por:

  • Pino 1 – amarelo – sinal
  • Pino 2 – branco – sinal
  • Pino 3 – vermelho – VCC
  • Pino 4 – preto – GND

Imagem 10 - Cabos Grove

Os cabos Grove estão disponíveis em diferentes tamanhos: 20 cm e 30 cm.

Interfaces

Imagem 11 - Interfaces

Existem quatro tipos de interface de módulos Grove.

  • Digital. Um módulo Grove digital possui quatro pinos: D0 (sinal), D1 (sinal), VCC (alimentação) e GND (terra). A maioria dos módulos digitais usa apenas o D0.
  • Analógica. Um módulo Grove analógico também possui quatro pinos: A0 (sinal), A1 (sinal) VCC (alimentação) e GND (terra). A maioria dos módulos analógicos usa apenas o A0.
  • UART. Os módulos UART usam os pinos 1 e 2 para transmissão serial. Portanto, os pinos são: RX (sinal, recebe dados), TX (sinal, transmite dados), VCC (alimentação) e GND (terra).
  • I2C. Os módulos I2C usam os pinos 1 e 2 para os sinais SCL e SDA, respectivamente. Dessa forma os pinos são: SCL (sinal), SDA (sinal), VCC (alimentação) e GND (terra).

Conclusão

Para dar os primeiros passos com o sistema Grove não é necessário ter experiência com eletrônica. Para criar circuitos você precisa simplesmente conectar diferentes módulos a uma base, utilizando os cabos padrão Grove. Depois, basta carregar o código para a placa. Para mais detalhes consulte a documentação do sistema Grove na Seeed Wiki.

Gostou de conhecer o Sistema Grove? Deixe seu comentário logo abaixo dizendo o que achou. Para mais artigos e tutorias de projetos acesse nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *